"Invasão Colonial Meu corpo nosso território", fotografia, impressão em tecido, dimensão: 960 x 160 cm

Xadalu Tupã Jekupé

(ultima atualização em maio/2024)

Alegrete, RS, 1985.
Vive e trabalha em Porto Alegre, RS.

Participante do Prêmio PIPA 2022 e 2024.
Obras na coleção do Instituto PIPA

Xadalu Tupã Jekupé é um artista indígena. Nascido em Alegrete (RS), no pampa gaúcho, tem sua origem ligada aos indígenas que historicamente habitavam as margens do Rio Ibirapuitã, na antiga terra Ararenguá: os Guarani Mbyá, Charrua, Minuano, Jaros e Mbone. Em suas obras, usa da serigrafia, da pintura, da fotografia e de diversos objetos para abordar a tensão entre a cultura indígena e ocidental nas cidades, tendo sua pesquisa voltada aos processos coloniais de catequização dos povos nativos. Seu trabalho está presente nos acervos do Museu Nacional de Belas Artes (RJ), Museu de Arte Moderna de São Paulo (SP) e Museu Nacional (RJ), entre outros. Como artista residente, já esteve em países como França, Espanha, Itália e no território Mapuche, no Chile, pela 35ª Bienal de São Paulo.

Site: www.Xadalu.com & instagram.com/xadalutupajekupe

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes exclusivamente para o Prêmio PIPA 2024:


Posts relacionados



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA