Mayra Martins Redin

(ultima atualização em maio/2020)

[Esta Página está em construção]

Campinas, SP, 1982.
Vive e trabalha em Porto Alegre, RS.

Indicada ao Prêmio PIPA 2020. 

Mayra Martins Redin atua na intersecção entre a arte, a escrita e a clínica psicanalítica. Doutora em Artes, atua também na clínica e como professora. Participa de exposições e residências artísticas desde 2004. Publicou o livro Poema de começo de construção (Quelônio, 2018) e Histórias de observatório (Confraria do Vento, 2013), e também ensaios e artigos em torno das temáticas da palavra, da imagem e da escuta. Desde 2018 integra o grupo-oficina Artesania dos Dias que trabalha a partir de coleta de sonhos e colagens coletivas. “Mayra Martins Redin planeja uma geografia da linguagem (…) Uma geografia particular construída por meio de um fluxo intermitente entre privado/público. Do entrelaçamento de marcas íntimas de uma vida e de eventos históricos que a atravessam e, por consequência, a transformam. A geografia da linguagem é desenhada na fala, na letra, (…), na escuta” (Natália Quinderé).

Posts relacionados



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA