Elilson

(ultima atualização em maio/2024)

Recife, PE, 1991.
Vive e trabalha em São Paulo, SP.
Representado pela Galeria Vermelho

Participante do Prêmio PIPA 2021 e 2024.

Elilson (Recife, 1991) é artista, pesquisador e professor. Doutorando em Artes Visuais na USP, é Mestre em Artes da Cena pela UFRJ e Graduado em Letras pela UFPE. Foi artista-bolsista do Programa de Formação e Deformação da EAV – Parque Lage em 2018. Pesquisa principalmente inter-relações entre arte da performance e mobilidade urbana, concebendo trabalhos em performance, instalações, escrita, exposições orais e ações públicas. Publicações incluem três livros: “Por uma mobilidade performativa” (Editora Temporária – Rumos Itaú Cultural, 2017), “Mobilidade [inter]urbana-performativa” (Rumos Itaú Cultural, 2019) e “24, vi-vos” (Série Tabloide, Editora Parêntesis, 2020). Em 2018, foi contemplado com os prêmios Rumos Itaú Cultural e EDP nas Artes do Instituto Tomie Ohtake, através do qual realizou residência em R.A.R.O (Buenos Aires, 2019). Realizou duas exposições individuais: “Movimento, polissêmico” (30º Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo, 2020) e “Tempo-mandíbula” (Galeria Vermelho, 2022). Desde 2016, tem integrado diversas exposições coletivas e festivais, dentre as quais: “Verbo” (Pinacoteca do Ceará, 2023), “Contar o tempo” (Centro Maria Antônia/USP, 2022), “Soy Loco Por Ti Juquery” (Franco da Rocha, 2021), “Clareira” (Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, 2021), “Mostra Todos os Gêneros” (Itaú Cultural, 2020); “Verbo” (Galeria Vermelho, 2019); “Flexões Performáticas” (CCBB São Paulo, 2019); “Metrópole Transcultural” (Galpão Bela Maré, 2019); “Art book in China” (2018); “Formação e Deformação” (Parque Lage, 2018), “EDP nas Artes” (Instituto Tomie Ohtake, 2018), “Amostra Urbana” (Curitiba, 2017) e “Temporal” (Asunción, 2017). Em 2020, participou do programa de residência da FAAP/SP. Como educador, além de atuar como docente no Ensino Técnico e ter ministrado cursos e oficinas em instituições como o Centro de Pesquisa e Formação do SESC São Paulo e o Museu de Arte do Rio, concebeu e supervisionou, em 2019, o Educativo da exposição “Arquiteturas do Cotidiano” – XII Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo.

Site: www.elilson.com & www.instagram.com/_elilson

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes exclusivamente para o Prêmio PIPA 2024:


Posts relacionados



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA