Efe Godoy

(ultima atualização em março/2024)

Sete Lagoas, MG, 1988.
Vive e trabalha em Belo Horizonte, MG.
Representada pela Albuquerque Contemporânea

Indicada ao Prêmio PIPA 2022.

Artista visual míope, transvestigenere, ELA/ DELA, que pesquisa hibridismo em suas variadas linguagens (vídeo, objeto, desenho, pintura, performance) com ênfase em recortes de memórias da infância e fabulações espontâneas. Desenha todo dia. Efe Godoy com 7 anos de idade recebeu uma leitura de mãos que lhe abriu os olhos para perceber que teria uma trajetória artística em curso, desde então soube que iria desenhar seu caminho fora de sua Natural cidade Sete Lagoas/MG, hoje vive e trabalha em Belo Horizonte. Passeou pela Escola Guignard UEMG e continua formação através de vivências em residências no Brasil e exterior. Algumas dessas vivências transformadoras se deram nos últimos anos, como Bolsa Pampulha 2015/2016, a residência artística no EAC-Montevideo_UY em 2018, residência Adelina _SP, 2018, e recentemente: HEMIENCUENTRO _ INSTITUTO HEMISPHERIC NY UNIVERSITY na Cidade do México, 2019, e mostra VERBO de performance Arte na Galeria Vermelho – SP. Ganhou prêmio Mabri – pequenos formatos 2021 – e PRÊMIO SARP – salão de arte de ribeirão preto em 2020. De uma maneira simples tenta interferir na vida das pessoas através das redes sociais com a reverberação da palavra afeto, @efegodoy .

Site: www.instagram.com/efegodoy & www.youtube.com

Vídeo produzido pela Do Rio Filmes exclusivamente para o Prêmio PIPA 2022:

 


Posts relacionados



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA