Prêmio PIPA 15 anos: depoimento do Coletivo Coletores, artistas premiados em 2022

O Prêmio PIPA está comemorando seu 15º ano. Para celebrar esse marco, convidamos algumas pessoas que fazem parte dessa história para gravarem depoimentos sobre essa trajetória.

O Coletivo Coletores foi formado em 2008 na periferia da Zona Leste da Cidade de São Paulo pelos artistas e pesquisadores Toni Baptiste e Flávio Camargo. A dupla tem como proposta pensar as cidades como meio e suporte para suas ações, utilizando diferentes linguagens visuais e tecnológicas, discutindo temáticas ligadas às periferias, apagamentos históricos/culturais, assim como o direito à cidade. Em 2022, o Coletivo Coletores foi um dos Artistas Premiados do PIPA, sendo assim contemplado com uma doação de R$20.000 (vinte mil reais) e apresentando múltiplos trabalhos em uma exposição no Paço Imperial do Rio de Janeiro, ao lado dos três demais Premiados daquela edição: JosiUÝRA e Vitória Cribb. Além disso, diversas obras do Coletivo foram adquiridas e passaram a integrar a coleção do Instituto PIPA – veja quais são aqui.

O trabalho do Coletivo passa por diversas mídias, como impressão de serigrafia sobre tecido, animações digitais, vídeo de música, e seus famosos viodeomappings – uma técnica que transforma grandes estruturas em uma tela para a projeção, empregada pelo Coletivo em prédios históricos para escancarar cicatrizes e discutir a violência atual, presente desde o processo de formação do Brasil.

Em seu depoimento, Flávio e Toni celebraram os 15 anos do PIPA, destacando a importância que o Prêmio teve em suas trajetórias:

“[…] para nós, a experiência de ser indicado, de ser contemplado com o Prêmio, nos possibilitou a amplificação e o acesso da nossa produção a diferentes públicos, espaços e instituições. E ver essa experiência acontecendo não só conosco, mas com diversos artistas ao longo de tantos anos, a gente considera essa uma ação de extrema importância e que a gente acredita que deva ser replicada por outros espaços, outras instituições, de modo a valorizar a produção e a pesquisa que é feita no Brasil”.

Conheça mais sobre o trabalho do Coletivo no Catálogo do PIPA 2022 (baixe aqui), onde você encontra biografia, imagens da exposição no Paço Imperial, um texto crítico sobre seu trabalho, e uma entrevista entre a dupla e o curador do Instituto PIPA, Luiz Camillo Osorio. Assista, ainda, ao vídeo realizado durante a montagem da exposição do PIPA 2022, em que o Coletivo Coletores conta mais sobre sua pesquisa e sua prática.



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA