Artistas internacionais refletem sobre pertencimento, identidade, nostalgia e conexão

(São Paulo, SP)

Depois de um primeiro capítulo em Bruxelas, na Bélgica, a exposição coletiva Warm Sun Cold Rain se desdobra em uma nova mostra em São Paulo. Fazem parte da exposição os artistas Alexandre Canonico, Arorá, Ana Mazzei, Anderson Borba, Carolina Cordeiro, Darks Miranda, Juan Casemiro, Laura Belém, Lin Yi Hsuan, Monica Ventura, Raphaela Melsohn, Theodore Ereira-Guyer e Zé Tepedino.

A coletiva, que tem curadoria de Julie Dumont, é uma colaboração entre The Bridge Project (São Paulo – Bruxelas) e Elizabeth Xi Bauer (Londres).

Neste capítulo paulista, os artistas do Brasil, Reino Unido e Taiwan refletem sobre os conceitos de pertencimento, identidade, nostalgia e conexão. Entre um sol escaldante e chuvas diluvianas, a luz solar que se alastra entre os prédios, a fluorescência das lâmpadas da rua, e o brilho da constelação Cruzeiro do Sul, Warm Sun Cold Rain tenta capturar o que pode constituir uma certa ideia de Brasil, “caldeirão de culturas, de loucuras, cidade largada e cidade jardim, feita de concreto e palmeiras selvagens, de pedras portuguesas e de pedras de crack”.

Warm Sun Cold Rain
De 23 de novembro a 16 de dezembro

Galpão Cru
Rua Cruzeiro, 802, Barra Funda, São Paulo
Visitação com agendamento, das 14h às 19h



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA