Rafael Carneiro, "Balthus chiclete"

“Sentido Comum” investiga as relações entre a pintura e a fotografia contemporânea

(Rio de Janeiro, RJ)

Anita Schwartz Galeria de Arte abre, no dia 30 de junho, às 17h, a coletiva “Sentido Comum”, exposição de pintura brasileira contemporânea. A mostra reúne obras de artistas que partem de imagens fotográficas retiradas de acervos pessoais, arquivos, revistas, jornais, livros e da internet, para a produção de suas pinturas, como Camila Soato, Douglas de Souza, Herbert de Paz, Igor Rodrigues, Marcelo Amorim, Maria Antônia, Marjô Mizumoto, Mônica Ventura, O Bastardo, Pedro Varela, PV Dias e Rafael Carneiro.

Na primeira metade do século XIX, com o advento da fotografia e o surgimento dos primeiros registros fotográficos, um diálogo frequente e influências mútuas foram estabelecidas entre essas duas linguagens artísticas. “Sentido Comum” apresenta um grupo de artistas brasileiros que investigam as consonâncias e conflitos entre a pintura e a fotografia contemporânea. Mergulhados nas provocações que são próprias ao universo da pintura, o dispositivo fotográfico é uma poderosa matriz para processos questionadores das relações complexas ao redor de conceitos e estruturas históricas e sociais que foram construídas através da representação.

Sentido Comum
curadoria de Bianca Bernardo
Abertura: 30 de junho, das 17 às 19h
Visitação: 30 de junho a 20 de agosto

Anita Schwartz Galeria de Arte
Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, 22470-100, Rio de Janeiro
Telefones: 21.2274.3873 e 2540.6446
Horário: 10h às 20h, de segunda a sexta, e das 12h às 18h, aos sábados
Entrada franca



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA