“Por um sopro de fúria e esperança”: mostra coletiva aborda os impactos das mudanças climáticas

(São Paulo, SP)

Jonathas de Andrade e Cadu participam da mostra coletiva Por um sopro de fúria e esperança no Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia. Com curadoria de Galciani Neves e Natalie Unterstell, a exposição pretende compartilhar com o público os impactos das mudanças climáticas e seus desdobramentos sociais, históricos, políticos e ambientais.

A curadoria propõe uma mostra que prima pela escuta a diversas cosmovisões que observam e projetam eventos climáticos extremos, escassez crônica de água, avanço do mar sobre as costas, diminuição da produtividade de alimentos, extinção de espécies etc. A mostra posiciona-se criticamente diante desta situação alarmante e que nos coloca um imenso desafio: realizar uma transição rápida para uma economia limpa e criar capacidade para se adaptar ao mundo mais quente e ao clima mais instável.

Com cerca de 165 participações, Por um sopro de fúria e esperança conta com um segmento virtual e também uma mostra de vídeos. Artistas, ativistas, ambientalistas, cientistas, pesquisadores e escritores que apresentam obras, livros, pesquisas e registros de luta.

Confira atualizações sobre a programação no perfil de Instagram do MuBE.

“Por um sopro de fúria e esperança”, coletiva com Jonathas de Andrade e Cadu
De 30 de outubro de 2021 a 30 de janeiro de 2022

Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia
Rua Alemanha 221, Jd. Europa, São Paulo, SP
Entrada gratuita
Agende sua visita aqui



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA