“vigas-mestras: outras narrativas concretas” revisita o concretismo brasileiro

O Instituto de Arte Contemporânea – IAC e a Academia de Curadoria apresentam até dezembro a exposição digital “vigas-mestras: outras narrativas concretas”. Com coordenação de Ana Avelar, a mostra se dedica a investigar a produção e a recepção de cinco artistas concretistas por meio de documentos presentes nos arquivos de Lothar Charoux, Luiz Sacilotto, Hermelindo Fiaminghi, Sérvulo Esmeraldo e Willys de Castro. A pesquisa, expografia digital, ativação e o material educativo da exposição foram elaborados pela equipe do Academia, formada por pesquisadores dedicados a realizar projetos curatoriais para instituições. Para ter acesso à exposição, entre no link www.academiadecuradoria.com.br.

Com um olhar voltado para a recepção crítica desses artistas, os integrantes da Academia de Curadoria mergulharam nos arquivos sem um recorte investigativo-curatorial a priori. A partir dessa primeira pesquisa, o material foi sendo organizado segundo perspectivas alternativas em relação à historiografia da arte concreta no país, sendo organizado nas cinco mostras que compõem a exposição: “Hermelindo Fiaminghi: O Vento Continua”, “O Rigor da Sensibilidade de Lothar Charoux”, “Sacilotto Expressionista”, “Sérvulo Esmeraldo: um concreto entre eixos” e “Willys e Barsotti: indícios de uma parceria”.

A Academia de Curadoria é um Grupo de Pesquisa (CNPq/UnB) que desenvolve projetos pedagógico-curatoriais para instituições, oferecendo assim suporte em curadoria, comunicação e educação em arte por meio de parcerias. Atualmente, seus integrantes são acadêmicos em diversos níveis (graduação e pós-graduação), e pesquisadores independentes, localizados em Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Porto, Portugal, que se dedicam a refletir e produzir conhecimento sobre curadoria de exposições, ao mesmo tempo em que realizam discussões sobre temas que dizem respeito à curadoria hoje, por meio dos Seminários Permanentes.

O Instituto de Arte Contemporânea é a primeira instituição a ter uma exposição curada pelo grupo, que iniciou suas atividades nos espaços de arte da Universidade de Brasília. O convite partiu do IAC com o objetivo de ampliar a visibilidade das suas coleções e fundos dedicados à arte e aos artistas geométricos e concretos do Brasil. Grande parte do seu acervo está digitalizado e acessível de forma gratuita, podendo ser utilizado por pesquisadores de diversas áreas para realização de pesquisas em fontes primárias.

“vigas-mestras: outras narrativas concretas”, mostra coletiva com coordenação de Ana Avelar
De agosto a dezembro de 2021
Disponível no link www.academiadecuradoria.com.br

 

 


Tagged:


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA