Anti-matéria, 2009/2021 Instalação Epoxi, gesso e PVC 150 x 150 x 26 cm

“Por enquanto”: individual de Washington Silvera

(Curitiba, PR)

Washington Silvera apresenta de 11 de junho a 30 de julho a individual Por enquanto”, na Galeria Ybakatu, em Curitiba, PR. O artista expõe 10 obras, executadas entre 2020 e 2021, que tentam elaborar as vivências da pandemia. 

A individual conta com a colaboração do professor e crítico literário Benedito Costa, também colecionador, que assina o texto Madeira e tempo, golpes da/na imagem. “Esses trabalhos de Washington Silvera, que seguem uma linha muito lógica investigativa de tempos, trazem essas reflexões todas: os limites da técnica (o artífice que molda a madeira até seus extremos), a noção do grande e do pequeno (metaforizados pela luneta e pela lupa), a observação do objeto como um deus ou um historiador o faria, de modo sempre profano. Explico essa profanação: os objetos aí são perversamente alterados – e isso não é a Filosofia ou a História que fará e sim a Arte. Ela que nos permitirá uma manobra, enganosa vontade ancestral, para que possamos olhar as raízes do lado oposto onde as raízes deveriam estar, como sugere Kezilahabi. Assim, motivos não faltarão para que sejamos instados a (re)pensar o objeto, se ele nos estorva ou se ele tem uso prático. Pensar o objeto, seja ele qual for, muito provavelmente nos ajudará a responder a grandes questões atuais”, escreve Costa. 

Entre os objetos apresentados, na série de acústicos há dois trabalhos: o “violão expandido” e o “kid cavaquinho”, a primeira obra da série com o instrumento icônico brasileiro. “Violão Expandido” busca o silêncio como uma ironia. “Por enquanto” também inaugura a Série Minimal Dream, um wafler feito de madeira e com escala alterada, revela bases do minimalismo, de formas básicas e em série. Na mesma série está “100% amargo” um chocolate feito de madeira imbuia. “Luva e Espelho” é a primeira incursão do artista com o bronze. Para inaugurar o uso do material, ele altera a substância do objeto, deixando-o “invicto”, pesado e eterno. “Martelão” é uma obra da série Fábulas. A execução foi feita com madeiras que sobraram de outras obras do artista. Também integra a exposição a foto instalação “A Nível do Mar”, uma exploração da poética do nível do mar. “Antimatéria” é um resgate de uma obra de 2009 que foi planejada para um projeto de arte urbana. Encerrando, Silvera aponta novas rotas com a obra “XXX”, onde a base dos desenhos são mapas aplicados em chapas de madeira, explorando labirintos e texturas. Resinas são somadas deixando o fluxo cada vez mais complexo.

“Por enquanto”, individual de Washington Silvera
Galeria Ybakatu
Rua Francisco Rocha, 62 Lj. 06 Batel – Curitiba/PR
Tel: +55 41 99917-9975 / +55 41 99536-8787
www.ybakatu.com | ybakatu@ybakatu.com | tuca@ybakatu.com
Período expositivo: 11 de junho a 30 de julho de 2021
Visitas agendadas de segunda a sexta, das 10h às 12h e das 13h30 às 17h, seguindo os protocolos de segurança (no máximo 2 pessoas, usando máscara e tomando todos os devidos cuidados contra a covid)
Entrada franca



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA