Captura de tela feita do mini documentário da exposição, disponível no canal do MAR no Youtube

Veja conteúdos inéditos da exposição “Rua!” enquanto não há a reabertura do MAR

A exposição Rua! abriu ano passado, em janeiro de 2020, no Museu de Arte do Rio, mas foi interrompida por conta da pandemia da Covid-19. Quando as atividades do MAR forem retomadas, o público poderá conferir de perto a exposição, mas, enquanto o museu não reabre, pode-se acessar gratuitamente conteúdos inéditos relacionados à mostra, como uma série de cinco episódios e um mini documentário disponíveis no canal do MAR no Youtube. Para assistir ao mini-doc, clique aqui.

A mostra ocupou uma sala do pavilhão e reuniu cerca de 80 obras, entre fotografias, vídeos, grafites e esculturas – de artistas como Carlos Vergara, Evandro Teixeira, Paula Trope, Guga Ferraz, Tiago Sant’Ana e Tia Lúcia, entre outros – que integram a Coleção MAR, além de cinco grafiteiros convidados para criarem trabalhos especialmente para a mostra, como Panmela Castro. A curadoria é assinada pela equipe do museu, sob coordenação de Marcelo Campos.

Como informado no release, “A exposição reforça a vocação do MAR para discutir as questões sociais das cidades e de colocar a arte em diálogo com a cultura das ruas”. Abaixo, pode-se conferir uma fala de Campos sobre a proposta da mostra:

“A rua vibra com a pulsação da cidade, dos passantes, que a enxergam de diferentes modos por meio dos reclames, das vozes, do trânsito e, principalmente, da invenção de linguagens. A partir destas atitudes e gestos, o acervo do museu dialoga e divide a exposição em quatro núcleos: deambulações, ruínas, violência e manifestações. Assim, o projeto resulta na soma de gestos curatoriais que se fundem em incorporações artísticas, abrindo a sala expositiva à rua, com seus usos e contra-usos, em batalhas de rima, vogues, street dances e slams, entre outros”.

Informaremos quando a mostra estiver aberta novamente.

 



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA