Leandra Espírito Santo, “Lapso", 2017, série "Apagamento"

Já está disponível a “Ato 2 – Estamos aqui”: sequência da mostra “Como habitar o presente?”

A sequência da exposição “Como habitar o presente?”, da Simone Cadinelli Arte Contemporânea, já pode ser visitada na vitrine e no site da galeria. A mostra “Ato 2 – Estamos Aqui” conta com trabalhos feitos em várias linguagens multimídia, como videomapping e GIFs, que ficarão ligados 24h por dia e podem ser vistos por quem passar na porta do espaço, na Rua Aníbal de Mendonça, em Ipanema. No endereço virtual da galeria, além da mostra replicada, pode-se encontrar informações completas das obras e dos artistas. Quinze estão participando da sequência organizada pela curadora Érika Nascimento, incluindo Leandra Espírito Santo, Panmela Castro, Gabriela Noujaim e Simone Cupello.

Como explicado no release da mostra, os vídeos foram feitos a partir de diferentes conceitos e abordam questões pertinentes ao momento atual, como ideias de “apagamento”, da artista Leandra Espírito Santo, que transita em vários meios, como a performance; e a denúncia da violência contra a mulher, biológica ou não, feita por Panmela Castro, que já expôs no Stedelijk Museum, em Amsterdã, e está na coleção da ONU.

Em seu texto curatorial, Érika Nascimento comenta que o segundo ato é exposto “neste tempo cronometrado, em que a vida humana na Terra aparenta ter dias contados”, enquanto anseia-se por dias melhores. Ela reflete e indaga:

“Em um lugar de fragilidades e dor pelos nossos corpos sociais e físicos, onde a experiência de vivenciar a cidade está afetada, percebemos o mundo – e os códigos para nele existir – sendo recriado a todo tempo. Um lugar de estranhamento, dor e vulnerabilidade, um estado de tensão e atenção para uma sociedade doente. Estamos aqui, em uma dinâmica temporal atropelada, quase um loop, e continuamos sem respostas para as provocações lançadas no primeiro ato. Como podemos imaginar um horizonte, um mundo possível, o nosso lugar como habitante neste tempo presente-futuro? Como manter um estado de esperança e antecipar o presente?”.

Para visitar a versão online da exposição, clique aqui. A mostra fica em cartaz até 25 de setembro.

Você pode saber mais sobre a exposição “Como habitar o presente?”, anterior ao “Ato 2”, aqui.

Still da obra de Panmela Castro: “Caminhar”, 2017, vídeo, 4’50”



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA