Conheça mais sobre a produção de Leandra Espírito Santo em vídeo da programação online do Sesc SP

A artista visual e pesquisadora Leandra Espírito Santo foi convidada a participar da programação online do Sesc SP, apresentando alguns trabalhos que marcaram sua trajetória e que fundaram sua poética. O vídeo de cerca de 10 minutos faz parte do #PorDentrodoAteliê, uma proposta de compartilhamento de técnicas, pensamentos e processos na criação de uma obra de arte. O perfil do Sesc Jundiaí explica: “Com objetivo de criar uma aproximação com as linguagens da arte contemporânea de uma forma geral, neste vídeo você vai vivenciar os detalhes de cada procedimento, as ideias fundamentais que estruturam as produções da artista e o momento expositivo de suas obras”.

No vídeo, Leandra fala sobre seus primeiros trabalhos, nos quais ela lida com as ideias de acúmulo e de excesso ao recortar e unir embalagens de plástico, criando novas formas. No processo, a artista desenvolveu ferramentas para auxiliar nas montagens, e uma dessas ferramentas ganhou destaque e mudou o rumo das obras, como ela mesma explica: “A máquina de encher balão com bolinhas de isopor chamou atenção para o próprio procedimento de trabalho, para esse processo artístico que ia incorporando aspectos da produção industrial. Além da curiosidade de sua forma, a máquina fazia pensar no esforço do próprio corpo para essa produção”. A partir dessa criação, a artista pensou em transformar o processo em trabalho autónomo, originando outros elementos para montar uma linha de produção de balões preenchidos com bolinhas de isopor, na qual todas as ferramentas e máquinas exigissem a ação do corpo para funcionar.

Leandra também fala sobre sua investigação no tema da auto representação, que resultou na criação de máscaras com diferentes expressões, fotoperformances e vídeos.

Para assistir ao vídeo completo e saber sobre mais obras por meio da própria artista, clique aqui. 



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA