Rosângela Rennó inaugura “DOCUMENTO-MONUMENTO | MONUMENTO-DOCUMENTO”

(São Paulo, SP)

A partir do dia 19 de novembro, até 01 de fevereiro de 2020, Rosângela Rennó apresenta a sétima individual na Galeria Vermelho, “DOCUMENTO-MONUMENTO | MONUMENTO-DOCUMENTO”. Na mostra, a artista apresenta novos trabalhos que investigam a natureza da imagem e o lugar da imagem fotográfica na contemporaneidade a partir de um ponto de vista iconoclasta em torno da perpetuação memorialística de signos, símbolos e ícones. Ao todo, são seis trabalhos que exploram a temática.

No térreo da Vermelho, a série “Good Apples | Bad Apples” (2019) reúne cerca de 800 pequenas molduras vermelhas, pretas e brancas que organizam e classificam a pesquisa de dois anos de Rosângela Rennó em torno de imagens de monumentos erguidos em homenagem a Lenin. O trabalho investiga o lugar dessas imagens após o fim da União Soviética. Em “A imagem persistente” (2019),  Rennó coleciona objetos como canecas, camisetas, latas de armazenamento, bibelôs, esculturas que se configuram com a forma de câmeras analógicas – como uma memória de objetos “signo” ou “ilustração” de câmeras fotográficas mecânicas que hoje são substituídas por celulares. “Hercule & Hippolyte #2” (2019) agrega fotografias em que Rennó capturou os túmulos de ambos inventores do processo fotográfico. No trabalho, ela apresenta câmera e fotografias em conjunto.

“Killing CHE” (2019), Exercícios de 3D (transparência) #4 (2019) e Aucune Bête au Monde (2019) completam a individual.

“DOCUMENTO-MONUMENTO | MONUMENTO-DOCUMENTO”, individual de Rosângela Rennó
Em cartaz de 19 de novembro a 01 de fevereiro, 2020

Galeria Vermelho
Rua Minas Gerais, 350, São Paulo, SP
de ter. a sex., das 10h às 19h – sáb, das 11h às 17h



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA