Ambientes urbanos e naturais no “Dotmov Festival”

(Rio de Janeiro, RJ)

A Fábrica Bhering apresenta, a partir do dia 05 de novembro, “Dotmov Festival”, exposição coletiva com os artistas Antonio Bokel, Analu Cunha, Ana Paula Albé, Aya Inai, Densuke 28, Diego Lama, DigitalVegital, Elisa Pessoa, Fuka Miyajima, Hans Mortelmans, Hayato Nove, Heleno Bernardi, João Penoni, Kaoru Izumi, Katia Maciel, Kohta Yamaji, m.a., Marcos Chaves, Marcos Kuzka, Maria Baigur, MU!, (Sebastian Murra), Patricia Gouvêa, Patanica, Rafael Adorján, Sebastian Mahaluf, Sylvia Carolinne, Susana Guardado, Tarafu Otani, Teppei Koseki, e Tilt-six. A mostra tem curadoria de Gabriela Maciel.

Dotmov

Dotmov é um festival multimídia internacional, criado no Japão, em 2003. Desde 2008, roda pelo mundo sua versão de vídeo arte, que já percorreu inúmeros países, tais como: Inglaterra, Estados Unidos, Noruega, China, Brasil, Argentina e Alemanha.

No Brasil o festival é representado pela TAL | Tech Art Lab, que irá apresenta-lo pelo terceiro ano, na Fábrica Bhering, no Rio de Janeiro. Dotmov também será apresentado em outros espaços de arte contemporânea em Tokyo, Londres, Antuérpia e Hong Kong.

A curadoria japonesa se concentra em vídeos feitos totalmente de forma digital, que em sua maioria se utilizam de grafismos, cores e sonoridades eletrônicas e que, neste ano inclui artistas japoneses e internacionais, tais como: Densuke, Tarafo Otani, Tomoko Nove, Hans Moterlmans, Sabastian Murra e Patanica, com trilhas sonoras de Slate, Qrion, Tilt Six, Anokos, Lucas Bolaño, entre outros.

Já a curadoria nacional é feita, desde 2013, por Gabriela Maciel, que neste ano selecionou artistas do Brasil, Chile e Peru. A linha curatorial brasileira abrange questões ligadas a percursos e afetividades. Os artistas se utilizaram de ambientes urbanos e naturais e nos levam a uma imersão em paisagens e estados de espírito variados. Alguns dos títulos dos vídeos já nos dão uma noção do que veremos no festival: Linea de Tierra, Trilha, Timeless, Corer (exercícios para esquecer), Do Amor (Allegro ma non troppo), Concrete Jungle, Contra Maré e Os horizontes se encontram no infinito.

No mesmo dia acontece o evento Circuito Interno, com ateliês, lojas, café e restaurante.

“Dotmov Festival”, coletiva com Antonio Bokel, Analu Cunha, Ana Paula Albé, Aya Inai, Densuke 28, Diego Lama, DigitalVegital, Elisa Pessoa, Fuka Miyajima, Hans Mortelmans, Hayato Nove, Heleno Bernardi, João Penoni, Kaoru Izumi, Katia Maciel, Kohta Yamaji, m.a., Marcos Chaves, Marcos Kuzka, Maria Baigur, MU!, (Sebastian Murra), Patricia Gouvêa, Patanica, Rafael Adorján, Sebastian Mahaluf, Sylvia Carolinne, Susana Guardado, Tarafu Otani, Teppei Koseki e Tilt-six
Curadoria de Gabriela Maciel
05 de novembro, às 18h

Fábrica Bhering
Rua Orestes, 28, Santo Cristo
Horário de funcionamento | projeções dos vídeos: 18h às 22h.



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA