Daily Archives: 9 de julho de 2015

0

Assista à entrevista inédita com Fábio Magalhães

As obras de Fábio Magalhães surgem de metáforas criadas a partir: de pulsões, das condições psíquicas e substratos de um imaginário pessoal, até chegar a um estado de Imagem/Corpo. Neste vídeo o artista fala da relação do seu trabalho com a fotografia, de como seus amigos participam de sua produção, e de como seu universo particular está representado em sua obra. Em um trecho, Magalhães comenta: “Eu acho que o pincel acaba sendo um prolongamento do braço, e acaba tendo uma conexão entre a obra e o autor. Então a partir do momento que corta esse contar umbilical e a obra vai pra uma galeria ou um museu, os olhares que começam a passar sobre ela, e isso começa a gerar novos pensamento, eu acho que isso é o mais importante. O que o artista pensou inicialmente não tem muita relevância.” Assista ao vídeo.

0

Vídeo-entrevista com Raquel Versieux | Indicada ao PIPA 2015

Raquel Versieux é mestre em Linguagens Visuais pela UFRJ, Rio de Janeiro, RJ, e atualmente é professora do curso de Artes Visuais na mesma instituição. Indicada ao PIPA pela primeira vez este ano, a artista concede agora sua primeira entrevista exclusiva para o Prêmio. A artista faz suas obras em tamanho que caibam em seu carro Uno para transporte. Neste vídeo Versieux conta de onde surgiu o interesse para realizar um trabalho em que reproduziu caixas d’água, fala de um “personagem que percebe o mundo”, conta sobre seu processo de trabalho: “tenho, ao longo do meu processo, o interesse por formas orgânicas em oposição as formas inorgânicas”. Assista ao vídeo.

Últimos dias | “Lugar”, mostra individual de Fábia Schnoor

(Rio de Janeiro, RJ) “Os desenhos de Fábia são a demonstração dessa potência que passa ao ato e, notem bem, sem o apelo fácil, tão em moda, às imagens banalizadas no cotidiano da sociedade de consumo. O uso do nanquim sobre papel é outro elemento da tradição que os desenhos de Fábia trazem para o presente numa linguagem atual”, diz o curador da mostra, Paulo Sergio Duarte.

“A Pele e a Espessura do Desenho”, coletiva com participação de Nazareno

(Lisboa, Portugal) A apresentação conjunta das obras mostra as afinidades e contrapontos num diálogo desenvolvido entre os cinco artistas, num projeto conjunto que se iniciou em 2013. Sofia Pidwell e Nazareno desenharam diretamente nas paredes da Sala de Exposição, configurando as suas morfologias detalhistas ao espaço. Amélie Bouvier, Renato Leal e Paulo Climachauska instalaram desenhos, procedendo de diferentes de séries, assim congregando forças gráficas e conteúdos representacionais abertos.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA