“Fractura”, mostra de Maurício Ianês

(Cidade do México, MX)

A Casa Maauad em parceria com a Y Gallery recebe a exposição individual de Maurício Ianês, “Fractura” [“Fratura”]. A mostra faz uma investigação sobre a história e o uso de duas fontes tipográficas góticas comuns na Idade Média.

“Fractura” faz parte de uma investigação sobre a histórias das fontes tipográficas Fraktur e Blackletter, também conhecidas como fontes góticas. Essa família tipográfica tem um uso histórico controverso, originados nos manuscritos do fim da Idade Média. A dificuldade de leitura das fontes fez com que fossem apenas utilizáveis e legíveis para uma elite não apenas alfabetizada, mas também cultivada. Suas histórias são associadas à ideia de exclusão e separação. Após a Segunda Guerra Mundial, essas fontes voltaram a aparecer em movimentos ‘underground’, como no Black e no Heavy Metal, em logotipos de bebidas alcóolicas e na cultura de gangues da América Latina, representadas através de tatuagens e sinalizações.

“Fractura” se deu através da pesquisa do artista Maurício Ianês na Cidade do México, onde procurou pelo uso das fontes Fraktur e Blackletter dentro da cultura e da sociedade mexicana, colecionando fotos, objetos e material impresso. As fotos e os objetos adquiridos são apresentados junto de imagens de documentos históricos da Idade Média e da Alemanha Nazista, criando associações e revelando ideologias políticas escondidas no uso da linguagem e da tipografia.

“Fractura”, exposição individual de Maurício Ianês
Abertura: 31 de janeiro, a partir das 11h
Em cartaz até 10 de março de 2015

Casa Maauad
Altamirano 20, San Rafael, Cuauhtémoc
T: (52 55) 4326 0180
info@casamauuad.com



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA