Abertura | “Seção Diagonal”, instalação por Marcius Galan

(Paris, França)

Marcius Galan está em cartaz no Palais de Tokyo com sua instalação site-specific “Seção Diagonal”. A obra ilusionista de Galan desafia o público a questionar sua percepção mental ou física do espaço ao redor, ao mostrar uma barreira simbólica que convida o visitante a penetrar no “outro lado do espelho”.

“Seção Diagonal” é uma obra aparentemente ilusionista de Marcius Galan que possibilita ao visitante passar “pelo espelho”, levando-o a uma viagem. De grande simplicidade, essa instalação on-site oferece um obstáculo simbólico – intransponível inicialmente, que somente os corajosos, ou imprudentes conseguirão ultrapassar. O artista propõe aqui um jogo de percepção (física ou mental) do espaço ao redor. O objetivo é enganar os sentidos: a obra parece se desmaterializar diante dos olhos.

Uma abordagem minimalista e conceitual de grande neutralidade na forma está no cerne da prática de Galan. O artista cria uma estranheza física e mental com obras que beram sistemas comuns de representação: o que vemos de primeira nunca é realmente a essência do trabalho. Suas intervenções arquitetônicas e esculturas substituem realidade e nos confrontam com representações que estruturam nossa relação com o espaço.

“Seção Diagonal”, instalação de Marcius Galan
Em cartaz de 20 de outubro a 11 de janeiro de 2015

Palais de Tokyo
13, Avenue du Président Wilson,
75 116 Paris
Visitação: de meio-dia a meia-noite todos os dias, exceto terça-feira


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA