Últimos dias da coletiva “Aparição”

(Rio de Janeiro, RJ)

A exposição “Aparição” reúne na Galeria Athena Contemporânea treze artistas: Adriano Amaral, Ana Paula Oliveira, André Griffo, Bruno Baptistelli, Daniel de Paula, Debora Bolsoni, Flora Leite, Frederico Filippi, João Loureiro, Jorge Soledar, Matheus Rocha Pitta, Raquel Versieux e Wagner Malta Tavares.

Ao todo são cerca de 20 trabalhos, entre objeto, vídeo, performance, fotografia e intervenção, que se configuram como as produções recentes desses artistas, realizadas entre 2006 e 2014. Grande parte desses trabalhos será apresentada pela primeira vez no Rio de Janeiro e alguns foram feitos especialmente para esta mostra.

Com curadoria de Fernanda Lopes, a exposição “Aparição” revela algumas possibilidades para se pensar a escultura na produção de arte contemporânea. Alguns trabalhos presentes na mostra lidam, por exemplo, com a questão tridimensional (elemento básico na definição da ideia clássica de escultura), abrindo mão dos materiais clássicos desse meio (como a pedra, a madeira ou o barro), dos procedimentos de trabalho com eles (entalhar, fundir, modelar) e de sua relação convencional, distanciada com o mundo. Outros abrem mão da tridimensionalidade e da estrutura estática, pensando a escultura a partir de fotografia, vídeo e performance. Há, ainda, trabalhos que partem de referências diretas à história da escultura, como Brancusi, Man Ray e Michelangelo.

O título de uma fala atribuída ao escultor renascentista Michelangelo sobre seu processo de trabalho e seu papel como artista: “Em cada bloco de mármore vejo uma estátua; vejo-a tão claramente como se estivesse na minha frente, moldada e perfeita na pose e no efeito. Tenho apenas de desbastar as paredes brutas que aprisionam a adorável aparição para revelá-la a outros olhos como os meus já a vêem”. A palavra aparição está ligada ao presente (de ser visto, tornar-se visível, mostrar-se), ao passado (no sentido de origem, princípio) e também como sinônimo de fantasma, visão ou espectro.

Partindo deste título, é possível pensar o conjunto de trabalhos apresentados na Galeria Athena Contemporânea, refletindo que os artistas da mostra já não lidam com a escultura, nem com o mundo da mesma maneira que os mestres clássicos mas, ainda assim, seus trabalhos guardam relação com a ideia de “aparição”. Muitos partem de objetos e ações comuns do mundo, que são invisíveis em nosso dia a dia, e para os quais os artistas chamam nossa atenção.

“Aparição”, coletiva com participações de Ana Paula Oliveira, Debora Bolsoni, João Loureiro, Matheus Rocha Pitta e Wagner Malta Tavares
Visitação de 21 de março a 19 abril
Seg a sex, de 11 as 19hs
Sáb das 12 as 18hs

Galeria Athena Contemporânea
Av. Atlântica, 4240 – L211 . 22070-900
Shopping Cassino Atlântico
Copacabana – Rio de Janeiro
Telefone: 55 21 2513 0239
Email: contato@athenacontemporanea.com



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA