Daily Archives: 26 de outubro de 2013

“Des/ligamento” | Tatiana Grinberg

(Rio de Janeiro, RJ) Ocupando um dos platôs dos jardins históricos do parque do museu, a obra utiliza grama, terra adubada, cabo de aço galvanizado, braçadeira de ferro, castões, cintas de couro, feltro reciclado e fio de nylon. O trabalho de Tatiana Grinberg dá continuidade às atividades do Espaço de Instalações – Projetos Temporários. A proposta é imprimir uma dinâmica especial ao circuito expositivo de arte contemporânea e meio ambiente do museu, estimulando o público a frequentá-lo mais vezes e surpreendendo-o com novas leituras oferecidas pelos artistas sobre esse espaço tombado como patrimônio cultural. A visitação é gratuita.

Artistas PIPA em coletiva no Paço das Artes

(São Paulo, Brasil) “Artistas que se apropriam de material de arquivo, que criam arquivos fictícios, que desenvolvem projetos a partir de uma modalidade arquival, que reencenam obras de arte, criadores que colocam em debate os processos de catalalogação e arquivamento, e os que incorporam o arquivo no próprio tecido corporal são alguns dos selecionados para Arquivo Vivo”, Priscila Arantes, curadora da mostra.

Daniel Feingold no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, Brasil) “Acaso Controlado”, de Daniel Feingold, acontece no MAM-Rio. “O artista tem um firme senso de direção, apesar de lidar com o fluxo do imprevisível até conseguir uma unidade pictórica. Ele explora as interrupções, as instabilidades e cria um espaço complexo pelo enervamento intenso da superfície da tela, uma verdadeira malha flutuante de cores e geometria.”, Vanda Klabin, curadora da mostra. Veja a programação completa do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Pedro Varela | Xippas Arte Contemporáneo

(Montevidéu, Uruguai) O jovem artista brasileiro expõe pela primeira vez no Uruguai, apresentando mais de 30 peças recentes. Entre o trabalhos estão desenhos com canetas esferográficas e pinturas em acrílico, técnicas representativas de sua obra. “O trabalho de Varela constitui-se em uma coerência que cada vez mais se acentua. Mesmo sendo pinturas, a instância do desenho e de sua delicadeza mais sutil – características de fases de outrora – estão presentes. É uma pintura que se alimenta do desenho, e vice-versa.”, Felipe Scovino, crítico e curador.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA