Artistas brasileiros no Eli and Edythe Broad Art Museum


Daniel Steegman Magrané , Teque-Teque, 2011 – vídeo

Blind Field” tem curadoria de Irene Small e Tumelo Mosaka.

Essa exposição toma a cegueira como categoria crítica, uma metáfora para a maneira em que a obstrução da percepção pode iluminar modelos alternativos de conhecimento e experiência. Ela se foca em uma geração de artistas brasileiros jovens que oferece uma perspectiva crítica sobre os processos de transição dentro da sociedade contemporânea – seja do espaço público da rua ou da zona virtual da tela do computador.

Artistas participantes: Jonathas de Andrade, Tatiana Blass, Marcelo Cidade, Carolina Cordeiro, Marilá Dardot, Marcius Galan, Cao Guimarães, André Komatsu, Graziela Kunsch , Cinthia Marcelle, Lais Myrrha , Nicolás Robbio , Daniel Steegman Mangrané, Rodrigo Matheus, Carlos Mélo, Matheus Rocha Pitta , Thiago Rocha Pitta , Marcelo Sola, e Héctor Zamora.

Entre eles, são indicados ao PIPA André Komatsu, Carlos Mélo, Cinthia Marcelle, Daniel Steegmann Mangrané, Héctor Zamora, Jonathas de Andrade, Lais Myrrha, Marcelo Cidade, Marcelo Solá, Marcius Galan, Marilá Dardot, Matheus Rocha Pitta, Rodrigo Matheus, Shima, Tatiana Blass e Thiago Rocha Pitta.

Blind Field
7 de junho – 8 de setembro

Eli and Edythe Broad Art Museum, Michigan State University
East Circle Drive
East Lansing, MI 48824
Michigan, EUA



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA