“Tudo vazio agora cheio de mato”, de Caio Reisewitz | Prorrogado

“Tudo vazio agora cheio de mato”, de Caio Reisewitz

A mostra individual do fotógrafo Caio Reisewitz (indicado ao PIPA 2013) reúne 9 imagens de uma narrativa inédita. Muito conhecido por sua abordagem quase quimérica ao retratar a paisagem natural ou urbana, já tem algum tempo que o artista vem se dedicando a uma poesia voltada para a fotografia da paisagem natural. O que poucos sabem, no entanto, é que paralelamente a esse período, Caio Reisewitz vem estudando também a dicotomia entre o real e o idílico do uso arquitetônico, por meio da justaposição de imagens.

Sem deixar de salientar sua preocupação com a ação e o poder do homem, desta vez ele trabalha os espaços arquitetônicos, resgatando interiores de projetos históricos modernos ou católicos barrocos. “Procuro registrar monumentos arquitetônicos brasileiros representativos e, a partir daí, pratico um exercício de reflexão e intervenção orgânica”, conta o artista.

“Tudo vazio agora cheio de mato”
25 de junho – 17 de agosto Prorrogado até 14 de setembro

Luciana Brito Galeria
Rua Gomes de Carvalho, 842
Vila Olímpia, São Paulo
Tel. 11 3842 0634
info@lucianabritogaleria.com.br

Horário de funcionamento
De terça a sábado: 10h às 19h



O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA