Tagged Tamar Guimarães

0

Tamar Guimarães | Artista indicada em 6 das 7 edições do Prêmio PIPA

Tamar Gimarães nasceu em Viçosa e cresceu em Belo Horizonte, MG. Vive e trabalha em Copenhague, Dinamarca e no Rio de Janeiro, RJ. Seu trabalho faz uso de documentos, imagens pre-existentes e fragmentos narrativos associados a esses. Pensando no documento como palimpsesto, a sua prática propõe que narrativas históricas são fluidas, assim também como espaços para reimaginar o presente. Saiba mais sobre a Tamar Guimarães, indicada ao PIPA 2016.

0

PIPA 2016 – Artistas indicados | Veja o 3º boletim

Este é o último boletim de hoje. Amanhã às 10 horas recomeçamos a divulgação dos indicados. Dos 5 artistas cujos nomes são divulgados neste boletim, 2 são homens e 3 são mulheres. Apenas 1 participa do PIPA pela primeira vez este ano. O anúncio dos indicados segue até sexta-feira, sempre com comunicados às 10, 13 e 18 horas. Acompanhe com exclusividade aqui no site.

0

Abertura | “Tertúlia”, coletiva com Erika Verzutti, Lucia Laguna, Marina Rheingantz, Sara Ramo e Tamar Guimarães

(São Paulo, SP) Em um momento em que se discute avidamente sobre a representatividade feminina na cultura, é importante celebrar o protagonismo exercido pelas mulheres na história da arte brasileira. Trata‐se de uma tradição que conta com várias artistas de renome, cujas obras reverberam até hoje na cena artística, nacional e internacionalmente.

0

Frieze Londres 2015 | Saiba mais sobre a feira e as participações brasileiras

(Londres, Reino Unido) Está aberta ao público a partir desta quarta-feira a 13ª edição da Frieze London, uma das principais feiras de arte contemporânea internacionais. Acontecendo simultaneamente à Frieze Masters, as duas feiras oferecem uma oportunidade para quem está na cidade ver, vivenciar e adquirir arte. As galerias A Gentil Carioca, Fortes Vilaça, Jaqueline Martins, Luisa Strina, Mendes Wood DM e Vermelho representam o Brasil nas duas feiras que seguem até o fim de semana.

0

Últimos dias | “Séance Fiction”, mostra coletiva com Tamar Guimarães e Kasper Akhøj

(Banff, Canadá) Uma das obras expostas pela dupla de artistas, “A família do Capitão Gervásio”, retrata a cidade de Palmelo, no interior de Goiás, imagens de sessões de cura no Centro Espírita Luz da Verdade. Fundada em 1929 em torno de um grupo de estudos e um sanatório, hoje Palmelo tem cerca de 2.200 habitantes, cuja grande parte atua como médiums espíritas que, por sua vez, operam como um corpo coletivo de forças complementares. Com as mãos dadas e voltados a um magnetizador, eles praticam a “corrente magnética”, um método usado para tratamento médico que parte de uma noção própria de doença e saúde, ainda em conflito com a noção e métodos da nossa modernidade.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA