Tagged Galeria Silvia Cintra + Box4

Omar Salomão apresenta série de trabalhos inéditos em individual

(Rio de Janeiro, RJ) “Você vê os pássaros? Sempre quis que você visse os pássaros daqui” é o nome de um dos trabalhos que dá nome à individual de Omar Salomão na Silvia Cintra + Box 4. A série de desenhos em nanquim que retrata pássaros em revoada compõe a exposição ao lado de uma série inédita de pinturas, esculturas, cadernos de desenhos e fotografias.

0

Última semana | “Projeto em Preto e Branco”

(Rio de Janeiro, RJ) Esta é a última semana para conferir “Projeto em Preto e Branco”, reedição da exposição de mesmo nome realizada há quinze anos atrás. Com curadoria de Silvia Cintra, da Silvia Cintra + Box 4, a mostra mantém o tema original – obras em preto, branco, ou preto e branco –, mas muda os participantes, apresentando obras de 15 artistas.

0

Cinthia Marcelle apresenta “em-entre-para-perante”, em galeria carioca

(Rio de Janeiro, RJ) Interessa a artista, natural de Belo Horizonte, pensar os conceitos de cárcere e fuga. Investigando o espaço simbólico e histórico dos presídios brasileiros de um ponto de vista de quem vê de fora, de quem experimenta os confinamentos (econômico-sociais e psicológicos) do fora, os limites do dia-a-dia, projetando, ao mesmo tempo, de dentro de seu exercício estético, uma linha de fuga.

0

Iole de Freitas em individuais simultâneas no MAM-Rio e em galeria carioca

(Rio de Janeiro) Em comemoração aos 70 anos da artista, está em cartaz no MAM-Rio “O peso de cada um”, com curadoria de Ligia Canongia. Na exposição, quatro esculturas de grande escala ocupam o Espaço Monumental do museu. A segunda individual da artista acontece simultaneamente em uma galeria localizada na Zona Sul do Rio, e apresenta sete esculturas inéditas feitas com chapas de aço inoxidável.

0

Abertura | Mostra individual de Iole de Freitas com obras inéditas

(Rio de Janeiro, RJ) A artista, que trabalha sempre com a relação entre espaço e arquitetura, desta vez inaugura um novo momento em sua obra. No lugar das torções em estruturas de policarbonato, agora são as chapas de aço, um material bem mais resistente e sem cor, que propõe um novo desafio ao raciocínio do trabalho. Questões como reflexo e opacidade ganham um novo sentido nas esculturas em aço.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA