Tagged Sérvulo Esmeraldo

0

Última semana | “Projeto em Preto e Branco”

(Rio de Janeiro, RJ) Esta é a última semana para conferir “Projeto em Preto e Branco”, reedição da exposição de mesmo nome realizada há quinze anos atrás. Com curadoria de Silvia Cintra, da Silvia Cintra + Box 4, a mostra mantém o tema original – obras em preto, branco, ou preto e branco –, mas muda os participantes, apresentando obras de 15 artistas.

0

Mostra histórica sobre preto e branco ganha nova edição

(Rio de Janeiro, RJ) Há quinze anos atrás, em 2002, Lygia Pape participava de sua última exposição em vida. A mostra em questão, “Projeto em Preto e Branco”, ganha uma nova edição a partir deste sábado, 18 de março, na Silvia Cinta + Box 4. O tema continua o mesmo: obras em preto, branco, ou preto e branco. Os participantes, no entanto, são outros, constituindo uma lista de quinze artistas dos quais cinco já foram indicados ao Prêmio PIPA, incluindo o vencedor de 2012 Marcius Galan.






0

“Novas Representações” exibe trabalhos de 13 artistas

(Belo Horizonte, MG) Indicado ao Prêmio PIPA 2011, Júlio Leite participa da coletiva “Novas Representações”, inaugurada em novembro na Galeria Murilo Castro. Última do ano na galeria, a exposição reúne trabalhos de artistas que permeiam importantes coleções públicas e privadas, reconhecidos pela qualidade de seu trabalho e sua trajetória. Além de Leite, também participam da mostra Brisa Noronha, Felipe Góes, Heleno Bernardi, Isabelle Borges, James Kudo, Luiz Hermano, Mariana Manhães, Sérvulo Esmeraldo, Tomás Ribas, Victor Mattina, Vítor Mizael e Walmor Corrêa.






Últimos dias | Mostra individual de Sérvulo Esmeraldo

(Salvador, BA) Primeira mostra individual do escultor e desenhista cearense Sérvulo Esmeraldo em galeria baiana conta com 20 obras inéditas. “A partir de poucas variações formais, perfeitamente entrosado como fazer da arte, explora as possibilidades da matéria como um “poeta da mão” que inventa nos limites da arte pequenos mundos. Suas invenções ocupam o espaço ou a parede, sem recorrer a incertezas e conceitos externos, para se sustentarem no território onde foram produzidas.”, de acordo com o artista Almandrade, que assina o catálogo da mostra.






Mostra individual de Sérvulo Esmeraldo conta com 20 obras inéditas

(Salvador, BA) “As esculturas de Esmeraldo atraem o olhar e seduz o pensamento para um confronto entre a objetividade do visível e o momentâneo repouso, essencialmente enigmático. Uma experiência que vai além da ação contemplativa.”, segundo o artista Almandrade, que assina o catálogo da primeira mostra do escultor e desenhista Sérvulo Esmeraldo em galeria baiana.






Abertura | Mostra individual de Sérvulo Esmeraldo

(Salvador, BA) Primeira exposição do artista cearense Sérvulo Esmeraldo em galeria baiana, com 20 obras inéditas. Seu rigor geométrico-construtivo colocou seu nome em destaque a partir da década de 1950, e, com renome internacional, o artista atua pela divulgação da arte nordestina e pela renovação artística do seu estado. Sua obra está representada em grandes museus do mundo e em coleções públicas e privadas do Brasil e exterior.






“XVII Unifor Plástica” | Últimos dias

(Fortaleza, CE) A Universidade de Fortaleza promove, no Espaço Cultural Unifor, a “XVII Unifor Plástica”. Esta edição é composta por obras submetidas a uma comissão de renomados críticos e curadores de arte. A exposição conta com trabalhos de artistas cearenses ou residentes no Ceará e outras de artistas do Nordeste. Também se somam à mostra artistas cearenses que já possuem obras importantes no acervo da Unifor. Reunir numa só exposição tamanha diversidade certamente oferece um amplo panorama da arte produzida na região. Participam da mostra: Zé Tarcísio, Eduardo Frota, José Guedes, Milena Travassos, Jared Domicio, Yuri Firmeza, Solon Ribeiro, Victor César, Waléria Américo, Herbert Rolim, Arthur Bispo do Rosário, Delson Uchôa, José Rufi no, Marcelo Gandhi, Rodrigo Braga, Marepe, Jonatha de Andrade, Thiago Martins e outros.






Exposição coletiva no Espaço Cultural Unifor

(Fortaleza, CE) Uma lista de pré-seleção foi definida pelos curadores Paulo Herkenhoff , diretor cultural do Museu de Arte do Rio (MAR), e Marcelo Campos. Em seguida, uma comissão de seleção formada por três críticos e historiadores da arte elegeu os artistas convidados para a mostra. Segundo Paulo Herkenhoff, trata-se de uma lista elaborada de modo mais curatorial do que com ideia de julgamento. “As escolhas hoje não se fazem como júri. O público do Ceará está acostumado com um modelo antigo e precisamos educá-lo para um modelo novo. Com isso, a comissão trabalha com o espectro muito mais amplo das possibilidades estéticas oferecidas pelo ambiente artístico do Ceará”.






Artistas PIPA em exposição coletiva em Fortaleza

(Fortaleza, CE) A Universidade de Fortaleza promove, no Espaço Cultural Unifor, a “XVII Unifor Plástica”. Esta edição é composta por obras submetidas a uma comissão de renomados críticos e curadores de arte. A exposição conta com trabalhos de artistas cearenses ou residentes no Ceará e outras de artistas do Nordeste. Também se somam à mostra artistas cearenses que já possuem obras importantes no acervo da Unifor. Reunir numa só exposição tamanha diversidade certamente oferece um amplo panorama da arte produzida na região. Participam da mostra: Zé Tarcísio, Eduardo Frota, José Guedes, Milena Travassos, Jared Domicio, Yuri Firmeza, Solon Ribeiro, Victor César, Waléria Américo, Herbert Rolim, Arthur Bispo do Rosário, Delson Uchôa, José Rufi no, Marcelo Gandhi, Rodrigo Braga, Marepe, Jonatha de Andrade, Thiago Martins e outros.






“XVII Unifor Plástica”

(Fortaleza, CE) Uma lista de pré-seleção foi definida pelos curadores Paulo Herkenhoff , diretor cultural do Museu de Arte do Rio (MAR), e Marcelo Campos. Em seguida, uma comissão de seleção formada por três críticos e historiadores da arte elegeu os artistas convidados para a mostra. Segundo Paulo Herkenhoff, trata-se de uma lista elaborada de modo mais curatorial do que com ideia de julgamento. “As escolhas hoje não se fazem como júri. O público do Ceará está acostumado com um modelo antigo e precisamos educá-lo para um modelo novo. Com isso, a comissão trabalha com o espectro muito mais amplo das possibilidades estéticas oferecidas pelo ambiente artístico do Ceará”.






O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA