Tagged Rosângela Rennó

0

Pina propõe discussão sobre fotografia a partir do próprio acervo em “Antilogias”

(São Paulo, SP) A ideia era, de um lado, contar os percursos da história do acervo fotográfico da Pinacoteca de São Paulo. De outro, propor uma abordagem mais livre, sem cronologias, sobre a produção artística contemporânea. O resultado? A exposição “Antilogias: O fotográfico na Pinacoteca”, que estreou na Pinacoteca de São Paulo (Pina Luz) nesse sábado, 20 de maio, exibindo obras de 60 artistas – entre eles, sete indicados ao Prêmio PIPA.

0

Coleções do MAM-Rio voltam a ocupar o terceiro andar do museu

(Rio de Janeiro, RJ) Parceiro do PIPA e lar da Exposição dos Finalistas ao Prêmio, realizada em setembro, o MAM-Rio apresenta a partir deste fim de semana, “A volta das coleções MAM-Rio”. Curada por Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes, a mostra ocupa todo o terceiro andar do museu, exibindo itens de suas três coleções: a da própria instituição, a de Gilberto Chateaubriand, e a de Joaquim Paiva.






0

Galeria histórica ganha novo endereço e coletiva com temática abstrata

(Rio de Janeiro, RJ) Inaugurada em Copacabana em março de 1960, a Galeria de Arte Ibeu já exibiu obras de Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Iberê Camargo, Lygia Pape, entre muitos outros. Pois a galeria histórica ganha, a partir de hoje, um novo endereço: a Rua Maria Angélica, no Jardim Botânico. Apresentando como exposição inaugural “A Insistência Abstrata, nas coisas”, com onze obras de artistas contemporâneos, o novo espaço também comemora os 80 anos de existência do curso de inglês.






0

Rosângela Rennó lança livro da exposição “Espírito de Tudo”

(São Paulo, SP) Integrante do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA no ano passado, Rosângela Rennó lança hoje, na Galeria Vermelho, o livro “Espírito de Tudo”, baseado na exposição homônima que ocupou o Oi Futuro Flamengo no ano passado. Editado pela Cobogó, o livro é dividido em seis séries e apresenta reproduções das obras expostas na individual, além de textos de intelectuais, da curadora original da exposição, e da própria Rosângela.






0

“Coletiva” explora técnicas do desenho em obras de 24 artistas

(São Paulo, SP) Com obras de 24 artistas, a mostra “Coletiva” busca relações e convergências entre trabalhos que se baseiam nas técnicas próprias do desenho. Produzidas entre 2008 e 2016, as obras – um conjunto heterogêneo de pinturas, desenhos e esculturas – assumem suportes tão diversos quanto o veludo e o papelão. Ainda no dia da abertura, são lançados os livros-obra “Ressaca tropical”, do finalista do Prêmio PIPA 2011, Jonathas de Andrade, e “{[()]}”, do indicado à primeira edição do Prêmio PIPA Thiago Honório.






0

Rosângela Rennó apresenta nova individual, “Espírito de tudo”

(Rio de Janeiro, RJ) O trabalho de Rosângela Rennó frequentemente se apropria – e transforma – imagens e memórias de anônimos, esquecidas pelo passado. São eles que, a partir de fotografias, vídeos, cheiros e sons, povoam sua mais nova individual no Oi Futuro, “Espírito de Tudo”. Curada por Evangelina Seiler, ela ocupa todo o espaço expositivo da sede do Flamengo do instituto.






0

“8ª Semana dos Realizadores” | mostras e conversas com realizadores

(Rio de Janeiro, RJ) Daniel Steegmann Mangrané, Thiago Rocha Pitta, Thiago Martins de Melo, Marcius Galan, Luiz Roque e Rosângela Rennó estão entre os artistas da “8ª Semana dos Realizadores”. Filmes e realizadores de diferentes gerações e perspectivas compõem a programação deste ano, que inclui 70 filmes entre curtas, médias e longas metragens. Os filmes serão seguidos de conversas e os Debates da Semana-Petrobras completam a programação, que inclui as mostras “Retrospectiva de Marília Rocha”, “Semana convida CachoeiraDoc — Com Mulheres” e “Carta Branca a Patricia Mourão”.






0

“Linguagens do corpo carioca [a vertigem do Rio]” reúne 800 obras de artistas que captaram a essência da alma carioca em seus trabalhos

(Rio de Janeiro, RJ) Em cartaz durante os Jogos Olímpicos, a exposição toma como ponto de partida o corpo de quem vive na cidade para pôr em discussão a identidade social como uma espécie de gíria gestual. A abordagem transversal se repete em na exposição, que é dividida em núcleos e traz à tona as mais diversas faces da vida na cidade.






O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA