Tagged Romy Pocztaruk

0

Conheça os artistas que participam do Prêmio PIPA 2017

Confira a relação de artistas indicados pelo Comitê de Indicação que participam da oitava edição do Prêmio PIPA. Veja a lista completa de artistas participantes do Prêmio PIPA 2017: (Clique nos nomes com links para ver as páginas dos artistas que já participaram em outras edições) Aleta Valente Alexandre Canonico Ana Luisa Santos Ana Mazzei (Indicada…

0

Veja a lista completa dos artistas indicados ao Prêmio PIPA 2017

Conheça os 65 artistas indicados à oitava edição do Prêmio PIPA. Eles foram nomeados por pelo menos um membro do Comitê de Indicação, composto por 25 especialistas em arte contemporânea brasileira. Dentre os indicados estão 30 artistas que já participaram em outras edições, sendo que 3 deles já foram finalistas. Veja a relação completa e descubra mais sobre as três categorias do Prêmio.






0

Últimos Dias | “Artes Visuais em Revista”, exposição comemorativa da revista Dasartes

(Rio de Janeiro, RJ) Termina nesta sexta-feira, 18 de novembro, a exposição que comemora os oito anos de existência da revista Dasartes. Ocupando o Espaço Cultural BNDES, a coletiva “Artes Visuais em Revista” reúne quarenta trabalhos de quinze artistas, entre eles os indicados ao Prêmio PIPA Ana Holck, Bruno Miguel, Daniel Murgel, Felipe Barbosa, Gisele Camargo, Rodrigo Braga, Romy Pocztaruk, Rosana Ricalde, Sofia Borges, além do finalista dessa edição Gustavo Speridião.






0

Dasartes comemora oito anos com a mostra “Artes Visuais em Revistas”

(Rio de Janeiro, RJ) A mostra reúne trabalhos em suportes variados, como vídeos, pinturas, instalações, esculturas, desenhos e fotografias. A preocupação dos artistas com problemas atuais como política, dinheiro, relações humanas e materialismo, assim como reflexões sobre as possibilidades da arte hoje, aparece na maioria das obras, entre elas, no banco de jardim recoberto com notas picadas de um real por Felipe Barbosa.






0

Abertura da mostra coletiva “HIATO” com curadoria de Luisa Duarte

(Curitiba, PR) “A mostra torna-se assim uma aposta no murmúrio em meio a cacofonia generalizada em que estamos imersos. Uma aposta na delicadeza, na falha, no momento em que a palavra nos falta, na permanência no vazio que gera tempo para algum tipo de elaboração. Ou seja, trata-se de recordar que é ali, no espaço em branco entre um verso e outro de um poema que encontra-se guardado o sentido daquilo que está sendo dito.”






Copyright © Instituto PIPA