Tagged Rodrigo Moura

Primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim chega a São Paulo

(São Paulo, SP) “Do Objeto para o Mundo” é a primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim e reúne obras de 29 artistas de diversas gerações e partes do mundo. As obras apresentadas na exposição propõem uma entre muitas possíveis antologias do acervo. No 1o piso, a mostra se subdivide em salas que examinam quatro momentos de formação da arte contemporânea: o neoconcretismo brasileiro, a produção dos anos 1960, o grupo japonês de vanguarda Gutai e as práticas de acionismo e de performance dos anos 1970. As obras e os documentos históricos são apresentados ao lado de trabalhos mais recentes, apontando para sua contundência no presente e para uma ideia de história em construção.

Últimos dias | Exposição “Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim”

(Belo Horizonte, MG) Segundo o diretor de arte e programas culturais do Inhotim e curador da exposição, Rodrigo Moura, essa é uma oportunidade de conhecer melhor a coleção do Instituto, uma vez que a maioria dos trabalhos nunca foi exibida no parque. “São obras que deixam perceber possíveis caminhos na história da arte dos últimos 50 anos, que permitiram ao Inhotim ser o que é”, explica. As mais de 50 obras apresentadas datam dos anos de 1950 até os dias de hoje e propõem um recorte do acervo que examina a formação do campo da arte contemporânea a partir da coleção e do programa da instituição, inaugurada ao público em 2006.

“Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim” conta com mais de 50 obras datadas desde 1950

(Belo Horizonte, MG) As mais de 50 obras apresentadas datam dos anos de 1950 até os dias de hoje e propõem um recorte do acervo que examina a formação do campo da arte contemporânea a partir da coleção e do programa da instituição, inaugurada ao público em 2006. A exposição toma como ponto de partida um momento histórico em que a arte deixa de se resumir a objetos para existir de maneira mais aberta para o mundo. Nesse contexto, elementos do cotidiano, do espaço real, da política e do corpo são incorporados e o espectador se transforma em participante.

Abertura | “Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim”

(Belo Horizonte, MG) A exposição toma como ponto de partida um momento histórico em que a arte deixa de se resumir a objetos para existir de maneira mais aberta para o mundo. Nesse contexto, elementos do cotidiano, do espaço real, da política e do corpo são incorporados e o espectador se transforma em participante. Artistas como Ernesto Neto, Cinthia Marcelle, Hélio Oiticica, Lygia Clark e Cildo Meireles estão entre os participantes. A curadoria é de Rodrigo Moura.

Esta semana no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, RJ) Este sábado no MAM-Rio acontece a abertura da mostra-performance “Museu Encantador”. Organizada por Rita Natálio e Joana Levi, a exposição reúne vídeos, objetos, sons e obras de arte coletadas no Brasil e em Portugal e uma performance que será apresentada nos primeiros 10 dias da temporada. As organizadoras formaram uma expressiva rede de imagens e conteúdos em torno de algumas perguntas como: o que é encantamento? Existiria alguma relação entre encantamento e cultura? O que seria um museu do ‘encantamento cultural’ entre Portugal e Brasil? Além disso, o visitante pode aproveitar para conhecer as demais mostras em cartaz no Museu, como a exposição PIPA 2014, com os trabalhos dos finalistas Alice Miceli, Daniel Steegmann Mangrané, Thiago Martins de Melo e Wagner Malta Tavares, onde é possível votar no seu artista favorito para ajudá-lo a vencer a categoria PIPA Voto Popular Exposição. Veja a programação completa com as demais exposições em cartaz e os eventos do educativo e da cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

Últimos dias | artevida: política, no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, RJ) “artevida” não tenta escrever uma história única, coerente, nem rastrear genealogias entre artistas, tampouco pretende identificar antecessores e predecessores, e muito menos ser enciclopédica. A mostra se propõe conectar e ler certas práticas artísticas deste período através de conceitos, referências e estruturas diversos, extraindo ligações e correspondência pelas narrativas múltiplas e, desta maneira, desafiar cânones históricos. É uma mostra mais fragmentada do que monolítica, mais provisória do que definitiva. Na busca de narrativas plurais e abertas que desenvolvam diálogos entre obras e documentos, a exposição tem foco em artistas que trabalham no hemisfério sul, bem como em artistas do sexo feminino.

MAM-Rio | Programação da semana

Em cartaz no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – além da mostra dos Finalistas do PIPA 2014 – destacamos a individual de Vanderlei Lopes, “Grilgem”, que faz um comentário irônico e crítico ao cerne do ideário desenvolvimentista brasileiro dos “50 anos em 5” do Plano de Metas de Kubitschek; além da exposição “Novas Aquisições 2012-2014”, que traz ao público a oportunidade de perceber a vitalidade e a pluralidade intrínsecas ao olhar de Gilberto Chateaubriand, principal colecionador brasileiro.
Veja a programação completa do MAM-Rio e confira todas as mostras em exibição além das programações da Cinemateca e do Educativo, que oferecem atividades para toda a família.

Esta semana no MAM-Rio

Além da exposição com os trabalhos dos finalistas do PIPA 2014, esta semana o visitante do MAM-Rio vê ainda outras seis exposições, como a recém inaugurada “Novas aquisições 2012-2014”, que apresenta as novas aquisições da coleção Gilberto Chateaubriand, e a individual de Vanderlei Lopes intitulada “Grilagem”, cuja abertura acontece neste sábado. Veja também qual é a programação do educativo e da cinemateca do Museu que inclui atividades para toda a família.

MAM-Rio | Programação da semana

Neste sábado (dia 30) acontece a abertura da exposição “Novas aquisições da Coleção Gilberto Chateaubriand”. Em comodato com o MAM-Rio desde 1993, a coleção Gilberto Chateaubriand possui cerca de 6.400 obras, sendo uma das mais completas coleções de arte brasileira moderna e contemporânea. Já faz parte da programação do Museu a cada dois anos mostrar as novas aquisições da coleção, dando ao público a oportunidade de perceber a vitalidade e a pluralidade intrínsecas ao olhar do principal colecionador brasileiro. Veja o que mais está programado esta semana no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA