Tagged Otavio Schipper

Mostra dos indicados ao Prêmio Marcantonio Vilaça, coletiva com participações de diversos artistas

(São Paulo, SP) A 5ª edição do Prêmio Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas acontece hoje em São Paulo e terá pela primeira vez uma mostra coletiva com obras dos 30 artistas selecionados. Entre eles, estão Bárbara Wagner, Berna Reale, Beto Shwafaty, Cinthia Marcelle, Daniel Acosta, Gê Orthof, Grupo EmpreZa, Jorge Menna Barreto, Lais Myrrha, Lia Chaia, Lourival Cuquinha, Mabe Bethônico, Marcelo Moscheta, Milton Marques, Otavio Schipper, OPAVIVARÁ!, Paulo Nazareth, Raquel Stolf, Reginaldo Pereira, Rodrigo Braga , Thiago Martins de Melo, Virginia de Medeiros e Waléria Américo.

Últimos dias | “Ouro – Um fio que costura a arte do Brasil”

(Rio de Janeiro, RJ) “Essa mostra é uma maneira de reunir a diversidade criativa do Brasil a partir de um elemento comum que permite um novo olhar para o que foi criado nesse século”, define o curador Marcelo Dantas. Entre as cerca de 50 obras selecionadas, grande parte é inédita ou raramente vista pelo público. Em conjunto, elas apontam para diferentes abordagens que cada um dos artistas dá para o mesmo material. Participam Carla Zaccagnini, Daniel Steegmann Mangrané, Felipe Cohen, Laura Vinci, Otavio Schipper, Tatiana Blass e Vanderlei Lopes.

Otavio Schipper apresenta obras inéditas desenvolvidas com Tove Storch

(Rio de Janeiro, RJ) Investigando um terreno fenomenológico em que a realidade cotidiana afeta a consciência e a experiência de tempo e espaço, Schipper e Storch exploram, cada um individualmente, a poética da visão e sua relação com a ausência, a história e a memória. Os artistas apresentam uma instalação inédita, feita em conjunto, e pensada para o espaço da galeria. A instalação é composta por um trabalho de Tove, uma espécie de biblioteca, com prateleiras de seda. Em espaços vazios desta biblioteca estão os trabalhos de Schipper, que o artista produziu especialmente para esta exposição.

Mostra coletiva examina o ouro por diversas abordagens artísticas

(Rio de Janeiro, RJ) “Ouro – Um fio que costura a história do Brasil”, segundo o curador Marcelo Dantas, “é uma maneira de reunir a diversidade criativa do Brasil a partir de um elemento comum que permite um novo olhar para o que foi criado nesse século”. Entre as cerca de 50 obras selecionadas, de nomes como Carla Zaccagnini, Daniel Steegmann Mangrané, Felipe Cohen, Laura Vinci, Otavio Schipper, Tatiana Blass e Vanderlei Lopes, grande parte é inédita ou raramente exposta ao público.

“Folha Branca”, mostra de Otavio Schipper e Tove Storch

(Rio de Janeiro, RJ) Investigando um terreno fenomenológico em que a realidade cotidiana afeta a consciência e a experiência de tempo e espaço, Schipper e Storch exploram, cada um individualmente, a poética da visão e sua relação com a ausência, a história e a memória. “Na exposição, quero enfatizar e jogar com dois pontos comuns de interesse: a poética e os mecanismos de percepção. Temas clássicos, mas representativos, tanto do trabalho de Tove quanto de Otavio”, afirma a curadora Aukje Lepoutre Ravn.

Abertura | “Folha Branca”, mostra de Otavio Schipper e Tove Storch

(Rio de Janeiro, RJ) Investigando um terreno fenomenológico em que a realidade cotidiana afeta a consciência e a experiência de tempo e espaço, Schipper e Storch exploram, cada um individualmente, a poética da visão e sua relação com a ausência, a história e a memória. “Na exposição, quero enfatizar e jogar com dois pontos comuns de interesse: a poética e os mecanismos de percepção. Temas clássicos, mas representativos, tanto do trabalho de Tove quanto de Otavio”, afirma a curadora Aukje Lepoutre Ravn.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA