Tagged Mauro Restiffe

0

A arquitetura de Paulo Mendes da Rocha dialoga com a arte no MuBE

(São Paulo, SP) O Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia (MuBE) abre no sábado “Pedra no Céu: Arte e arquitetura de Paulo Mendes da Rocha”. A coletiva busca estabelecer paralelos entre a arte e a obra do arquiteto do MuBE, hoje com 88 anos, reunindo tanto obras de artistas clássicos como Debret, grande referência do arquiteto, quanto de nomes contemporâneos, como os finalistas ao Prêmio PIPA André Komatsu e Daniel Steegmann Mangrané.

0

Novos e antigos olhares sobre a Avenida Paulista em exposição do MASP

(São Paulo, SP) Não só de cartões-postais vive a Avenida Paulista. Símbolo de São Paulo, o endereço carrega consigo as contradições e tensões da própria cidade. Foi pensando nisso que o MASP decidiu organizar “Avenida Paulista”, coletiva que apresenta antigos e novos olhares sobre a avenida centenária. Os antigos correspondem a documentos dos mais diversos, entre fotografias, objetos, cartazes e outros, produzidos de 1891 a 2016; já os novos aparecem através do olhar de 17 artistas contemporâneos – nove deles já indicados ao PIPA –, em projetos comissionados especialmente para a exposição.

0

Últimos dias | “Projeto Piauí”, no espaço Jacaranda

(Rio de Janeiro, RJ) Foram 12 dias de carro do interior do Piauí até o Delta da Parnaíba. O objetivo? Entender melhor o estado no extremo Norte do país, tão distante do eixo Rio-São Paulo de onde vêm os artistas. Essa é a síntese da exposição “Projeto Piauí”, que fica em cartaz no Jacaranda, na Villa Aymoré, apenas até o sábado, 22 de janeiro. Apresentando obras de Alexandre Canonico, Bruno Dunley, Isabel Diegues, Luis Barbieri, Marina Rheingantz (finalista do PIPA 2015), Mauro Restiffe e Paloma Bosquê, o projeto mostra como a empreitada impactou a vivência artística de cada um dos participantes.

0

Artistas de 8 nacionalidades refletem sobre o duplo em “Hallstatt”

(São Paulo, SP) Em 2012, descobriu-se que a o vilarejo secular de Hallstatt, na Áustria, foi recriado na província chinesa de Guangdom em seus mínimos detalhes. A cidade dá nome à coletiva que estreia hoje, no Galpão da Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel. Curada por Maria do Carmo M. P. de Pontes e Kiki Mazzucchelli – membro do Comitê de Indicação do PIPA 2016 –, ela convida artistas de oito diferentes nacionalidades para discutir o significado da repetição de signos, imagens e formas no contexto contemporâneo.

0

“Projeto Piauí”: uma viagem à região pelo olhar de sete artistas

(Rio de Janeiro, RJ) Foram 12 dias de carro do interior do Piauí até o Delta da Parnaíba. O resultado da jornada, empreendida por Alexandre Canonico, Bruno Dunley, Isabel Diegues, Luis Barbieri, Marina Rheingantz (finalista do Prêmio PIPA 2015), Mauro Restiffe e Paloma Bosquê, pode ser conferido neste sábado, 26 de novembro, na abertura do “Projeto Piauí”, no espaço Jacaranda na Villa Aymoré. Apresentando fotografias, esculturas, desenhos, pinturas e áudios, a exposição ecoa “a desautomatização do olhar de cada viajante”.

0

Bruno Dunley, Marina Rheingantz e Paloma Bosquê apresentam “Projeto Piauí”

(São Paulo, SP) Em 2014, os artistas da mostra cruzaram o Sertão do Piauí de carro, partindo do interior do estado até desembocar na amplitude do mar no Delta do Parnaíba. Os desdobramentos e impressões dessa experiência são divididos com o público na exposição que se segue, em que cada artista transmite à sua maneira os vestígios que essa jornada deixou em suas práticas pessoais.

Hoje | Programação de performances e conversa em torno da “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) As obras apresentadas estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Hoje, uma programação especial de performances acontece durante todo dia. Uma conversa com os participantes da Agência Transitiva, espaço-veículo para ações e estudos não-convencionais em arte, política e história das ideias, também acontece.

Vivian Caccuri promove Caminhada Silenciosa como parte da mostra “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) Em “Encruzilhada”, as obras estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Durante o período da exposição, haverá uma programação semanal de performances, encontros e conversas, além de alterações na montagem, resultando em novas vivências do público. Amanhã, uma programação nova de performances será realizada durante a exposição.

Hoje | Programação especial de performances na coletiva “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) As obras apresentadas estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Durante o período da exposição, haverá uma programação semanal de performances, encontros e conversas. Hoje, uma programação especial de performances acontecerá durante a exposição. Saiba mais.

Conversa com curador e performances acontecem durante a semana em “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) As obras apresentadas estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Durante o período da exposição, haverá uma programação semanal de performances, encontros e conversas. Amanhã, uma programação especial de performances acontecerá durante a exposição e na próxima quarta-feira, 13 de maio, haverá uma conversa entre o curador Bernardo Mosqueira e a diretora da Escola, Lisette Lagnado.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA