Tagged Marcelo Silveira

35º Panorama da Arte Brasileira traz uma leitura crítica da arte e cultura brasileira

(São Paulo, SP) Realizado a cada dois anos no MAM-SP, o “Panorama de Arte Brasileira” chega este ano a sua 35ª edição, trazendo uma leitura do estado atual da arte – e da política – no país. Desta vez, a exposição é organizada pelo curador do Instituto PIPA, Luiz Camillo Osorio, e apresenta obras de 19 artistas, oito deles já indicados ao Prêmio PIPA.

0

Coletiva “Cromofilia vs. Cromofobia” ganha continuação no Rio de Janeiro

(Rio de Janeiro, RJ) Encerrada na semana passada, a exposição “Cromofilia vs. Cromofobia”, da galeria Nara Roesler, propunha uma batalha hipotética entre a tabela cromática, inventada nos anos 1960, e o círculo cromático, conhecido pelo menos desde o século XVII. Pois a guerra ainda não se deu por terminada pela curadora e diretora artística da galeria, Alexandra Garcia Waldman. Uma nova batalha se inicia, assim, ainda que em um novo território: “Cromofilia vs. Cromofobia: Continuação” abriu essa semana, dessa vez na sede carioca da galeria.

Mostra em homenagem a Abraham Palatnik tem obras de Paulo Nenflídio e Rodrigo Andrade

(São Paulo, SP) “Diálogos com Palatnik” possui um núcleo de inventores, seguindo uma espécie de metodologia à la Palatnik. Destacam-se artistas e coletivos com trajetórias que não têm relação direta com as tendências construtivas e tampouco possuem signos geométricos nas obras apresentadas, porém flertam com a manufatura, o apuro técnico e a integração com a tecnologia, além de considerarem uma outra relação com o ateliê, variando entre uma semelhança com uma oficina ou um lugar multifacetado em que predomina o dado meticuloso no exercício da produção manual.

“Diálogos com Palatnik”, mostra coletiva com Paulo Nenflídio e Rodrigo Andrade

(São Paulo, SP) Para aprofundar o conhecimento na produção de Abraham Palatnik, o Museu de Arte Moderna de São Paulo convidou o curador Felipe Scovino para realizar uma exposição com obras do acervo que conversassem com a retrospectiva “Abraham Palatnik – A Reinvenção da Pintura”. O resultado está nesta mostra que traz 39 obras de 26 artistas diferentes, e caminha por duas vertentes que são próprias na trajetória de Palatnik: a capacidade de alargar as propriedades sobre a pintura e a aplicação da artesania na fabricação das obras.

“Triangulações” | Últimos dias em Recife

(Salvador, BA) A mostra itinerante está em Recife apenas até 6 de janeiro após passar por Recife e Salvador. Com curadoria de Alejandra Hernández Muñoz e Marília Panitz, e coordenação de Eneida Sanches, a exposição tem participações de Ayrson Heráclito, Camila Soato, Elder Rocha, Gê Orthof, Karina Dias, Luciana Paiva, Polyanna Morgana, Vauluízo Bezerra e Virgílio Neto, entre outros.

Mostra itinerante “Triangulações”

(Salvador, BA) A exposição traz peças de 49 profissionais de variadas gerações, sendo 20 baianos, 20 do DF e 9 pernambucanos, dentre eles Ayrson Heráclito, Camila Soato, Elder Rocha, Gê Orthof, Karina Dias, Luciana Paiva, Polyanna Morgana, Vauluízo Bezerra e Virgílio Neto.

“Triangulações” | Últimos dias em Recife

(Recife, PE) A mostra itinerante está em Recife apenas até 24 de novembro, seguindo para Salvador em seguida. Com curadoria de Alejandra Hernández Muñoz e Marília Panitz, e coordenação de Eneida Sanches, a exposição tem participações de Ayrson Heráclito, Camila Soato, Elder Rocha, Gê Orthof, Karina Dias, Luciana Paiva, Polyanna Morgana, Vauluízo Bezerra e Virgílio Neto, entre outros.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA