Tagged Marcelo Cipis

0

Marcelo Cipis e Pedro Wirz participam da coletiva “Fábula, frisson e melancolia”

(São Paulo, SP) Indicados ao Prêmio PIPA em 2013 e 2016, respectivamente, Marcelo Cipis e Pedro Wirz se juntam à Tiago Tebet em “Fábula, frisson e melancolia”, coletiva que começa nesta sexta-feira no Instituto Tomie Ohtake. A exposição faz parte da sexta edição do Arte Atual, programa do museu que incentiva a produção contemporânea a partir de parcerias entre a equipe curatorial do museu (formada por Paulo Miyada, participante do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA em 2016, e Carolina de Angelis), artistas convidados, galerias e instituições.

0

“The Unique Institutional Critique Pop-Up Boutique” questiona o meio e o mercado da arte

(Rio de Janeiro, RJ) Uma loja pop-up. É nisso que a Galeria Cavalo se transforma nesta primeira semana de dezembro. A curiosa mudança faz parte de uma estratégia da nova exposição da galeria, “The Unique Institutional Critique Pop-Up Boutique”. Apresentando obras-objetos (bolsas, camisas, bonés, livros) criados pelos artistas Adriano Motta, Marcelo Cipis e Marta Neves – os três já indicados ao Prêmio PIPA –, além de Alvaro Seixas e Jonas Lund, a ideia da mostra é questionar as estruturas que definem o meio e o mercado da arte.

0

arteBA 2016 | Conheça os artistas e galerias participantes

A Feira de arte contemporânea de Buenos Aires, a arteBA, chega à sua 25ª edição e apresenta um programa com 85 galerias de 14 diferentes países. Com a participação de seis galerias brasileiras, o evento conta com obras de André Komatsu, Ivan Grilo, Marcelo Cipis, Marilá Dardot, Nino Cais e Odires Mlászho.

0

Abertura | “«OMO SAPIENS, MI OJO»”, individual de Marcelo Cipis

(São Paulo, SP) “O trabalho artístico de Marcelo Cipis há muito busca refletir as possibilidades de existência do artista e do objeto artístico em um mundo em que tudo deve devir mercadoria. Há em seu trabalho uma ficção industrial que projeta sobre o ideal do artista uma personalidade corporativa e midiática”, afirma Iuri Pereira em seu texto sobre a mostra

Últimos dias | “Salve!”, mostra individual de Marcelo Cipis

(São Paulo, SP) Marcelo Cipis apresenta uma série de trabalhos que tem como ponto de partida uma visão crítica e irônica sobre o sistema da arte, como na obra Museu Guggenheim em São Paulo. As obras contam, também, com uma clara inspiração nos universos do marketing, da promoção e da publicidade. A exposição culmina em um buraco negro de seu próprio processo: 316 desenhos de Cipis lacrados.

Marcelo Cipis em cartaz com a individual “Salve!”, em São Paulo

(São Paulo, SP) As obras contam, também, com uma clara inspiração nos universos do marketing, da promoção e da publicidade. Tudo isto permeado com uma visão metalinguística que leva em conta seus conflitos mais profundos, como o do olhar do outro em relação ao seu trabalho, visto, por exemplo, através das obras Um Olhar Feminino e um Olhar Maroto Sobre a Exposição de Marcelo Cipis.

Abertura | “Salve!”, mostra individual de Marcelo Cipis

(São Paulo, SP) Acontece amanhã, na capital paulista, a abertura da nova individual de Marcelo Cipis. Nela o artista discorre sobre seus temores e anseios em referência à arte e mostra seu olhar crítico sobre a relação que o artista precisa manter com o mercado. Não é, contudo, um olhar inquisidor, Cipis compreende as regras. A exposição se apresenta como um cartão de visitas do artista, a partir de uma narrativa que aborda seus desejos e conflitos em tons bastante irônicos.

Tatiana Blass e Marcelo Cipis lançam livros infantis neste final de semana

(São Paulo, SP) Em “A Família Mobília”, sua estreia como autora, Tatiana Blass inventou uma família composta por móveis – uma televisão que quer ser o centro das atenções, um tapete que está sempre por baixo, um quadro que não tira a cara de paisagem do rosto e um sofá que passa o dia cochilando. Já Marcelo Cipis criou, como personagens de seu livro-imagem interativo, uma liga de super-heróis desastrados com os quais o leitor pode criar diferentes histórias. Os dois livros serão lançados juntos em uma livraria paulista, no dia 12 de abril.

Últimos dias | “Rostos a procura de um rosto”

(São Paulo, SP) A exposição é composta por uma série de trabalhos inéditos que une as artes visuais a literatura. A seleção de obras em exibição retrata o rosto, emoções e sentimentos. Por meio de traços frágeis e cores potentes, elementos como boca, olhos, nariz e ouvido assumem expressividades complexas que produzem perguntas e emitem humores.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA