Tagged Luiz Camillo Osorio

Villa Aymoré. Iole de Freitas.
0

Iole de Freitas e Luiz Camillo Osorio conversam sobre arte e arquitetura no Jacaranda

(Rio de Janeiro, RJ) Cerca de 30 metros de tubos de aço inoxidável envolvem, em linhas sinuosas, a fachada do espaço Jacaranda na Villa Aymoré, patrimônio histórico da cidade. A intervenção é tema da conversa entre sua autora, Iole de Freitas, e Luiz Camillo Osorio, crítico e curador do Prêmio PIPA na próxima quarta-feira, dia 25 de janeiro. A ideia é discutir justamente a relação entre arte e arquitetura na obra de Iole, que já expôs no MoMA de Nova York e na Documenta, em Kassel, na Alemanha.

am_1
0

“Arjan: a pintura e suas vozes imprevistas” – Leia o texto crítico de Luiz Camillo Osorio

“O que faz um artista pintar hoje”? É com essa pergunta que Luiz Camillo Osorio, crítico e curador do Instituto PIPA, inicia o texto crítico exclusivo a seguir, o primeiro de 2017. Partindo do problema da pintura no século XXI, um meio a cada dia mais anacrônico diante de um mundo de avanços tecnológicos crescentes, Osorio analisa a obra de Arjan Martins, cuja última exposição, “Et Cetera”, encerrou-se no mês passado. Unindo crítica social e referências contemporâneas – em “Et Cetera”, uma das imagens mais repetidas nos quadros era a da capa do álbum “Girl talk”, de Oscar Peterson –, Arjan talvez seja capaz de oferecer uma resposta à altura da pergunta de porque pintar na contemporaneidade.






2016-11_expopipa2016-41
0

Prêmio PIPA 2016: uma retrospectiva da sétima edição do Prêmio

Aqui, escrevemos uma retrospectiva do que aconteceu na sétima edição do Prêmio PIPA. Indicados, finalistas, ganhadores das três categorias do Prêmio e a exposição no MAM-Rio, assim como muitos outros, foram recapitulados. Para aqueles que perderam ainda que alguns momentos do Prêmio durante o ano, esse é o seu lugar; para os que simplesmente foram acometidos pela nostalgia típica do fim do ano, também. E preparem-se: daqui a pouco começa o Prêmio PIPA 2017.






destaque-2016pt
0

Destaques de 2016 no Instituto PIPA

Muitos eventos importantes aconteceram em 2016. A frase é verdadeira também no caso do Instituto PIPA que, responsável por patrocinar e coordenar o Prêmio PIPA, implementou uma série de novas estratégias, iniciativas e projetos nos últimos meses. Aqui, lembramos de alguns destaques do Instituto PIPA durante o ano.






2016-11_expopipa2016-19
0

Prêmio PIPA 2016: Vale a pena ler de novo

Neste post, reunimos alguns dos melhores textos que passaram pelo site do Prêmio PIPA em 2016. Entre entrevistas de artistas com Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, textos críticos e reflexões sobre a arte hoje, uma certeza: a de que o Prêmio cumpre dia-a-dia a sua missão de janela para a arte contemporânea brasileira. Que em 2017, ela seja ainda mais vista – e debatida, e problematizada – mundo afora.






screen-shot-2016-12-23-at-6-33-28-pm
0

Prêmio PIPA 2016: Vale a pena ver de novo

Que maneira melhor de tornar-se uma “janela para a arte contemporânea brasileira” do que através daquela que é a janela mais literal das artes, o audiovisual? Foi pensando nisso que o Prêmio PIPA estabeleceu, em sua criação, uma parceria com a produtora Matrioska Filmes, realizando vídeos exclusivos que, de posse de uma cuidadosa curadoria de assuntos e personalidades, discutem os dilemas da arte contemporânea. Aqui, reunimos uma seleção dos melhores vídeos de 2016. É de ver – e rever.






faz-diferenc%cc%a7a
0

Prêmio PIPA concorre a prêmio de destaque em 2016

O Prêmio PIPA foi anunciado no fim da semana passada como um dos indicados ao Prêmio Faz Diferença 2016, do jornal O Globo, que reconhece os brasileiros que serviram de inspiração para o país e o mundo durante o ano. Concorrendo na categoria de Artes Visuais ao lado do colecionador José Olympio e do artista visual e poeta Wlademir, o PIPA foi descrito pelo jornal como “um termômetro, revelando e incentivando a arte contemporânea”.






nl-09-12pt
0

Lançamento do livro “Olhar à margem” de Luiz Camillo Osorio

(Rio de Janeiro, RJ) Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, junto com a SESI-SP editora, lançam o livro “Olhar à margem”, na próxima terça feira, 13 de dezembro. O livro reúne textos críticos de sua trajetória profissional publicados nos últimos 20 no Brasil e no exterior. “As três partes que constituem o livro – a primeira de delimitação de um território crítico-teórico, a segunda de ensaios específicos, produzidos em contextos variados, sobre a trajetória de uma série de artistas e a terceira de conversas minhas com artistas e críticos/curadores – apresentam formas diferentes de aproximação da arte contemporânea brasileira reunidos sob um mesmo olhar e uma mesma subjetividade crítica.”






nl-17-11
0

Conversa com Cadu, por Luiz Camillo Osorio

Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, conversou com Cadu, vencedor do prêmio em 2013, sobre seu processo criativo idiossincrático. Conhecido por suas abordagens pouco convencionais, que muitas vezes contem um envolvimento pessoal. Cadu aqui discute influências, técnicas, motivações e seus projetos mais recentes em uma trajetória, que, de pinturas a óleo a traquitanas surpreendentes, costura como poucas vida e arte.






arjan1
0

“A Pintura Depois do Fim da Arte” conversa com Arjan Martins e Luiz Camillo Osorio

(Rio de Janeiro, RJ) Acontece na próxima quarta-feira, 23 de novembro, uma conversa entre Luiz Camillo Osorio, crítico de arte e curador do Instituto PIPA, e Arjan Martins, quatro vezes indicado ao Prêmio PIPA, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. O trabalho do artista é marcado pela temática da identidade negra no Brasil, e sua última exposição, “Et cetera”, em cartaz na galeria A Gentil Carioca até o dia 21 de dezembro, não foge ao tema. Com curadoria de Michael Asbury, integrante do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA esse ano, a mostra discute as relações de poder coloniais a partir da história da relação Brasil-África.






Copyright © Instituto PIPA