Tagged Lucas Simões

0

Museu da USP apresenta mais de cem trabalhos de seu acervo

(São Paulo, SP) Os indicados ao Prêmio PIPA Julio Leite, João Loureiro, Luiz Braga, Sandra Cinto, Felipe Cama, Jonathas de Andrade e Vânia Mignone são alguns dos artistas que, recentemente, tiveram suas obras adicionadas ao acervo do Museu de Arte Contemporânea da USP (MAC USP). Celebrando essa incorporação, a instituição organizou “MAC no Século XXI – A Era dos Artistas”, que exibe a partir deste sábado mais de 100 trabalhos de artistas contemporâneos do acervo.

0

“Arte na Fabrika” reúne 3 exposições simultâneas

(Curitiba, PR) O Arte na Fabrika, evento organizado por Malu Meyer, pretende ativar outras experiências com as artes visuais na cidade, para além do circuito de galerias de arte contemporânea, reunindo pela primeira vez, 3 exposições simultâneas na Fabrika, espaço que manteve suas características arquitetônicas reunindo o passado e o presente com atividades criativas e sustentáveis.

0

Começou a mostra coletiva “Bem-Vindos!”

A galeria Luciana Caravello apresenta, do dia 3 agosto até 3 de setembro, a exposição coletiva “Bem-Vindos!”, com os artistas Armando Queiroz, Gê Orthof, Pedro Varela, Igor Vidor, Lucas Simões, Marina Perez Simão, Paula Trope, Alexandre Serqueira, Cláudio Alvarez e Eduardo Kac.

Mais de 100 artistas participam de exposição em ponto histórico paulista

(São Paulo, SP) Uma “invasão criativa”, assim o curador Marc Pottier define a mostra “Made by…Feito por Brasileiros”. Ocupando o Hospital Matarazzo, uma área de 27 mil metros quadrados a poucas quadras da avenida Paulista, a exposição apresenta obras de mais de 100 artistas brasileiros e estrangeiros. Ainda ostentando as marcas do tempo e do abandono, os prédios antigos são ocupados pela energia irreverente da arte contemporânea. A maioria das obras que integram essa mega exposição foi concebida pelos artistas especificamente para o lugar e tem a efêmera existência de 35 dias. Importantes nomes da cena contemporânea mundial, como Adel Abdessemed, Moataz Nasr e Jean Michel Othoniel, estão ao lado de consagrados nomes da arte contemporânea brasileira, como Tunga, Henrique Oliveira, Carlito Carvalhosa, Iran do Espírito Santo, Nuno Ramos e Vik Muniz.

Últimos dias | “Decifrações”, mostra coletiva com Daniel Escobar, Luciana Paiva e Virgílio Neto

(Brasília, DF) A mostra, que em breve se encerrará, promete ser um espaço onde se une códigos, superfícies, ensaios, croquis, ideias e esboços dos universos imagéticos e das letras, e onde artistas influenciados pela literatura investigam múltiplos universos de modo contemporâneo por meio da fotografia, da instalação, do desenho e do objeto, e outras linguagens. Os temas são abordados de diversas maneiras, por técnicas e conteúdos variados.

“Decifrações”, mostra coletiva em Brasília

(Brasília, DF) 12 artistas investigam as surpreendentes junções entre códigos, superfícies, ensaios, croquis, idéias e esboços dos universos imagéticos e das letras, por meio da fotografia, da instalação, do desenho e do objeto, entre outros. “Decifrar é selecionar o conteúdo de seus recipientes”, escreve o filósofo tcheco Vilém Flusser (1920-1991). A mostra reúne uma seleção ampla de artistas brasileiros e um estrangeiro, mostrando a abordagem do tema “Decifrações” de diversas maneiras. Daniel Escobar, Luciana Paiva e Virgílio Neto estão entre os participantes.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA