Tagged Júlia Rebouças

0

Cinco vezes indicada ao Prêmio PIPA, Lais Myrrha inaugura “Corpo de Prova”

(São Paulo, SP) Indicada a cinco das oito edições do Prêmio PIPA, a mineira Lais Myrrha inaugura hoje, 23 de março, a exposição “Corpo de Prova” no Sesc Bom Retiro. Curada por Júlia Rebouças, membro do Comitê de Indicação do PIPA 2015, a mostra consiste em uma instalação de mesmo nome acompanhada de 17 fotografias da série “Breve Cronografia dos Desmanches” (2014), retratos de construções em estado de demolição.

0

Conheça o vencedor do Prêmio PIPA 2016 | Assista ao anúncio

Conheça o vencedor do Prêmio PIPA 2016 e saiba mais sobre a mostra dos finalistas – Clara Ianni, Gustavo Speridião, Luiza Baldan e Paulo Nazareth – que está em cartaz somente até este final de semana, no MAM-Rio. Escolhido pelo Júri de Premiação, o vencedor do Prêmio PIPA 2016 recebe R$130 mil – estando incluída nesse valor a participação por três meses no programa de residência artística da Residency Unlimited, em Nova York.

Júri de Premiação 2016

Anualmente o Conselho do PIPA convida de cinco a sete especialistas em arte contemporânea para compor o Júri de Premiação. São eles os responsáveis por definir o vencedor do PIPA (principal categoria do Prêmio) dentre os quatro finalistas da edição vigente. O Júri de 2016 deverá escolher um artista dentre os quatro finalistas – Clara Ianni,…

0

Conheça o Júri de Premiação que escolherá o vencedor do Prêmio PIPA 2016

Caberá aos membros do Júri escolher um artista dentre os quatro finalistas – Clara Ianni, Gustavo Speridião, Luiza Baldan e Paulo Nazareth – para receber o prêmio de R$130 mil, que inclui a participação no programa de residência artística da Residency Unlimited, em Nova York por um período de três meses. Conheça os seis especialistas que compõem o Júri e veja os critérios que deverão ser adotados para definir o vencedor do Prêmio PIPA 2016.

0

32ª Bienal de São Paulo | Abertura na próxima semana

(São Paulo, SP) Jochen Volz, curador desta edição da Bienal, explica que a escolha do tema “Incerteza Viva”, se deve à vontade da mostra em transpor o prédio projetado por Oscar Niemeyer e, assim, refletir sobre as atuais condições de vida e estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incerteza.

2

Conheça o Comitê de Indicação do PIPA 2015

Veja quem são os membros do Comitê responsável por indicar os artistas que irão concorrer nesta edição do Prêmio. São 26 profissionais brasileiros e estrangeiros que atuam com arte contemporânea, tais como artistas consagrados, colecionadores, curadores, professores, críticos e galeristas, convidados pelo Conselho para indicar, cada um, até três artistas para concorrerem nesta edição. Os indicadores tomam como parâmetro a relevância do prêmio para melhor desenvolvimento e crescimento do artista indicado. Conheça os membros do Comitê do PIPA 2015 e saiba mais sobre as regras para as indicações.

Comitê de Indicação 2015

Anualmente os membros do Comitê de Indicação 2015 são convidados pelo Conselho do PIPA para indicar, cada um, até três artistas para participar do Prêmio. O Comitê é composto por de vinte a quarenta renomados profissionais, nacionais ou estrangeiros, que atuam com arte contemporânea, tais como artistas consagrados, colecionadores, curadores, professores, críticos e galeristas, sendo…

Júlia Rebouças

Membro do Comitê de Indicação PIPA 2015. Vive e trabalha em Belo Horizonte, MG. Curadora, pesquisadora e crítica de arte, co-curadora da 32ª Bienal de São Paulo, a se realizar em 2016. Desde 2007, trabalha no Instituto Inhotim, como curadora. Desde 2012 colabora com a Associação Cultural VideoBrasil, integrando a comissão curadora dos 18º e…

Encerramento | “Zona de Instabilidade”

Exposição exibe um recorte sobre 6 anos de produção da artista mineira, radicada em São Paulo, Lais Myrrha. Com curadoria de Júlia Rebouças, a mostra, que fica em cartaz até 25 de agosto, reúne onze trabalhos, entre desenhos, vídeo, objeto, fotografias e instalação, que colocam em questão parâmetros e convenções estabelecidos por disciplinas como a história e a geopolítica. A entrada é gratuita.

Lais Myrrha na Caixa Cultural São Paulo

Composta por um recorte inédito de trabalhos baseados numa consistente pesquisa sobre a experimentação de diversas possibilidades, relacionadas à impermanência, à incerteza e à transformação, “Zona de Instabilidade” atua como uma espécie de comentário poético sobre os signos do poder e do saber na contemporaneidade.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA