Tagged Jaime Lauriano

0

Coletiva reflete sobre memória e política partindo das ditaduras da América Latina

(São Paulo, SP) Oito artistas, entre eles a finalista do Prêmio PIPA 2016 Clara Ianni e o indicado ao Prêmio 2016 Jaime Laureano, participam da exposição “Hiatus: a memória da violência ditatorial na América Latina” no Memorial da Resistência de São Paulo. Levantando o debate sobre memória como política – aquilo que se oculta e que se torna público na história são, também, decisões políticas -, a exposição reflete sobre a memória ditatorial da América Latina partindo dos relatórios das Comissões de Verdade.

Múltiplos relatos de um mesmo espaço em “Quando as formas se tornam relatos”

(Brasília, DF) Há muitas formas de se contar um fato: só depende de quem vê. Esse é o ponto de partida de “Quando as formas se tornam relatos”, exposição com curadoria de Ana Cândida de Avelar, integrante do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA 2017, que começa na próxima quarta-feira na Casa da Cultura da América Latina (CAL). Participam da coletiva 12 artistas, sete deles já indicados ao Prêmio PIPA: Fernando Piola, Gustavo Von Ha, Jaime Lauriano, João Castilho, Laís Myrrha, Paul Setúbal e Renato Pera.

Última semana de “Modos de ver o Brasil”, exposição que comemora os 30 anos de atividade do Itaú Cultural

(São Paulo, SP) Obras raras, como dois mapas do século XVII, dividem o espaço expositivo com obras contemporâneas de artistas como Berna Reale, finalista do Prêmio PIPA 2013, Éder Oliveira, finalista do PIPA deste ano e Paulo Nazareth, vencedor do PIPA 2016. Sob a curadoria de Paulo Herkenhoff, “Modos de ver o Brasil: Itaú Cultural 30 anos” está em cartaz na Oca, no Parque Ibirapuera, até este domingo, 13 de agosto, e traz cerca de oitocentas obras de um acervo de 15 mil peças pertencentes ao Banco Itaú.

0

Coletiva reúne 29 artistas para discutir preconceito, violência e justiça

(São Paulo) Começa hoje no Instituto Tomie Ohtake a exposição “OSSO – Exposição-apelo ao amplo direito de defesa de Rafael Braga”. A coletiva reúne trabalhos inéditos ou feitos especialmente para a exposição de 29 artistas que discutem temas como preconceito, violência e racismo. Dos 29 participantes, 13 já foram indicados ao Prêmio PIPA, entre eles o ganhador do Prêmio ano passado Paulo Nazareth e os finalistas de 2010 e 2016 Jonathas de Andrade e Clara Ianni, respectivamente.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA