Tagged Itaú Cultural

0

Panorama da videoarte brasileira é exibido na mostra “Filmes e Vídeos de Artistas”

(Ribeirão Preto, SP) Um verdadeiro panorama da videoarte brasileira estreia neste sábado, 18 de fevereiro, no Instituto Figueiredo Ferraz. Trata-se da mostra “Filmes e Vídeos de Artistas – Coleção Itaú Cultural” que, sob a curadoria de Roberto Moreira S. Cruz, traz ao público tanto a oportunidade de assistir alguns dos pioneiros da técnica no Brasil, quanto de conferir algumas das obras contemporânea mais interessantes do universo, de autores como os finalistas ao Prêmio PIPA Thiago Rocha Pitta, Letícia Ramos e Berna Reale.

Últimos dias | “Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim”

(São Paulo, SP) “Do Objeto para o Mundo” é a primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim e reúne obras de 29 artistas de diversas gerações e partes do mundo, como Cinthia Marcelle, Daniel Steegmann Mangrané, Marcellvs L. e Marcius Galan. As obras apresentadas na exposição propõem uma entre muitas possíveis antologias do acervo. No 1º piso, a mostra se subdivide em salas que examinam quatro momentos de formação da arte contemporânea: o neoconcretismo brasileiro, a produção dos anos 1960, o grupo japonês de vanguarda Gutai e as práticas de acionismo e de performance dos anos 1970.

“Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim” em nova temporada na capital paulista

(São Paulo, SP) “Do Objeto para o Mundo” é a primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim e reúne obras de 29 artistas de diversas gerações e partes do mundo. As obras apresentadas na exposição propõem uma entre muitas possíveis antologias do acervo. A mostra se subdivide em salas que examinam quatro momentos de formação da arte contemporânea: o neoconcretismo brasileiro, a produção dos anos 1960, o grupo japonês de vanguarda Gutai e as práticas de acionismo e de performance dos anos 1970. As obras e os documentos históricos são apresentados ao lado de trabalhos mais recentes, apontando para sua contundência no presente e para uma ideia de história em construção.

Primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim chega a São Paulo

(São Paulo, SP) “Do Objeto para o Mundo” é a primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim e reúne obras de 29 artistas de diversas gerações e partes do mundo. As obras apresentadas na exposição propõem uma entre muitas possíveis antologias do acervo. No 1o piso, a mostra se subdivide em salas que examinam quatro momentos de formação da arte contemporânea: o neoconcretismo brasileiro, a produção dos anos 1960, o grupo japonês de vanguarda Gutai e as práticas de acionismo e de performance dos anos 1970. As obras e os documentos históricos são apresentados ao lado de trabalhos mais recentes, apontando para sua contundência no presente e para uma ideia de história em construção.

“Do Objeto para o Mundo – Coleção Inhotim” volta ao circuito em nova temporada

(São Paulo, SP) “Do Objeto para o Mundo” é a primeira exposição itinerante da Coleção Inhotim e reúne obras de 29 artistas de diversas gerações e partes do mundo. As obras apresentadas na exposição propõem uma entre muitas possíveis antologias do acervo. No 1º piso, a mostra se subdivide em salas que examinam quatro momentos de formação da arte contemporânea: o neoconcretismo brasileiro, a produção dos anos 1960, o grupo japonês de vanguarda Gutai e as práticas de acionismo e de performance dos anos 1970.

Janaina Melo

Membro do Comitê de Indicação 2015. Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ. Graduada em História (UFMG) e pós-graduada pela Escola Guignard (UEMG). É Gerente de Educação do Museu de Arte do Rio/Escola do Olhar – MAR. Foi curadora de Arte e Educação do Instituto Cultural Inhotim, Brumadinho [2007-2012], professora de Crítica de Arte…

“A Arte da Lembrança – a Saudade na Fotografia Brasileira”, mostra coletiva com Alberto Bitar

(São Paulo, SP) “A Arte da Lembrança – a Saudade na Fotografia Brasileira” reúne obras de 36 artistas de diversas regiões do Brasil ou que desenvolveram seu trabalho no país. Entre eles está o paraense Alberto Bitar. A mostra tem curadoria de Diógenes Moura, que destaca: “Algo de nós está ali, contido na mancha fotográfica: um destino, um desejo, uma perda, uma palavra que pronunciada será incapaz de percorrer o caminho de volta, um suspiro, a garganta das coisas.”

Alberto Bitar integra mostra coletiva sobre a saudade na fotografia brasileira

(São Paulo, SP) “A Arte da Lembrança – a Saudade na Fotografia Brasileira” reúne obras de 36 artistas de diversas regiões do Brasil ou que desenvolveram seu trabalho no país. Entre eles está o paraense Alberto Bitar. A mostra tem curadoria de Diógenes Moura, que destaca: “Algo de nós está ali, contido na mancha fotográfica: um destino, um desejo, uma perda, uma palavra que pronunciada será incapaz de percorrer o caminho de volta, um suspiro, a garganta das coisas.”

Últimos dias | “Singularidades/Anotações”, com curadoria de Paulo Miyada

(São Paulo, SP) Berna Reale, Luiz Roque, Marcelo Moscheta, Rommulo Conceição, Sofia Borges e Tatiana Blass são alguns dos 35 artistas que participaram de diferentes edições do Rumos Artes Visuais e Rumos Arte e Tecnologia, programas em atividade por quase duas décadas. “Singularidades/Anotações” revisita a trajetória desses artistas, através do conjunto hetereogêneo de suas obras.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA