Tagged Íris Helena

0

Nove artistas repensam o gênero da paisagem em “À vista – paisagem em contorno”

(Brasília, DF) Se no Renascimento o gênero pictórico da paisagem buscava representar a conexão entre o terreno e o divino, hoje, ele ganha interpretações completamente distintas. É buscando repensar o gênero que a Galeria Funarte Fayga Ostrower abriu “À vista – Paisagem em contorno”. Apresentando obras de nove artistas mulheres, quatro delas já indicadas ao Prêmio PIPA, a exposição propõe investigar as relações entre espectador e paisagem.

0

Bate-papo sobre o “instante decisivo” fotográfico encerra a coletiva “Imagem-Movimento”

(São Paulo, SP) Foi buscando contrariar a definição do “instante decisivo” fotográfico que a Zipper Galeria inaugurou, em novembro do ano passado, a coletiva “Imagem-movimento”. A exposição, que conta com obras dos indicados ao Prêmio PIPA Felipe Cama e João Castilho, chega ao fim neste sábado, quando espaço apresenta uma derradeira discussão sobre o tema: às 12h, acontece uma conversa sobre o assunto com a curadora Nathalia Lavigne e alguns dos artistas expostos.






0

Últimos dias | “Imagem-movimento”, coletiva explora o paradoxo entre deslocamento e fixidez na fotografia

(São Paulo, SP) Vai só até este sábado, 14 de janeiro a exposição “Imagem-movimento”, na Zipper Galeria do ano. Curada por Nathalia Lavigne, a coletiva exibe obras de Ana Vitória Mussi, André Penteado, Felipe Russo, Graciela Sacco, Iris Helena, Katia Maciel, Patricia Gouvêa e Ricardo van Steenos, além dos indicados ao Prêmio PIPA Felipe Cama e João Castilho, e tem como eixo central a ideia do movimento e deslocamento na imagem estática, opondo-se à definição de Henri Cartier-Bresson da fotografia como um “instante decisivo”.






0

Coletiva explora o paradoxo entre imagem e movimento na fotografia

(São Paulo, SP) A exposição “Imagem-movimento”, curada por Nathalia Lavigne, tem como eixo central a ideia do movimento e deslocamento na imagem estática, problematizando a definição de Henri Cartier-Bresson da fotografia como um “instante decisivo”. A coletiva, inaugurada esta semana, exibe obras de dez artistas, incluindo os indicados ao Prêmio PIPA Felipe Cama e João Castilho.






0

Camila Soato e outros indicados ao PIPA concorrem a prêmio de artes visuais de Brasília

(Brasília, DF) Na próxima terça, serão anunciados os vencedores do prêmio Transborda Brasília 2015, que selecionou trabalhos de 120 artistas da capital e seu entorno. Entre os 20 concorrentes estão André Santangelo, Camila Soato (finalista do PIPA em 2013), Karina Dias, Leopoldo Wolf e Virgilio Neto. Os três primeiros lugares receberão bolsas de estudos, acompanhamento artístico e prêmio aquisição.






0

Prêmio de Arte Contemporânea Transborda Brasília anuncia artistas selecionados

A organização do Transborda Brasília divulgou os 20 artistas selecionados a concorrer aos prêmios de aquisição, olsa de estudos e acompanhamento artístico. Com o objetivo de mapear e conhecer a produção artística do Distrito Federal e do entorno, a organização do prêmio recebeu cerca de mil trabalhos de 146 artistas da região. Participaram da escolha das obras Agnaldo Farias, Cristiana Tejo, Fernando Cocchiarale, Marília Panitz e Ralph Gehre. Veja aqui os artistas selecionados.






Hoje | Programação de performances e conversa em torno da “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) As obras apresentadas estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Hoje, uma programação especial de performances acontece durante todo dia. Uma conversa com os participantes da Agência Transitiva, espaço-veículo para ações e estudos não-convencionais em arte, política e história das ideias, também acontece.






Vivian Caccuri promove Caminhada Silenciosa como parte da mostra “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) Em “Encruzilhada”, as obras estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Durante o período da exposição, haverá uma programação semanal de performances, encontros e conversas, além de alterações na montagem, resultando em novas vivências do público. Amanhã, uma programação nova de performances será realizada durante a exposição.






Hoje | Programação especial de performances na coletiva “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) As obras apresentadas estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Durante o período da exposição, haverá uma programação semanal de performances, encontros e conversas. Hoje, uma programação especial de performances acontecerá durante a exposição. Saiba mais.






Conversa com curador e performances acontecem durante a semana em “Encruzilhada”

(Rio de Janeiro, RJ) As obras apresentadas estão organizadas em torno de seis núcleos que tratam do espaço físico da encruzilhada – onde acontecem as manifestações políticas, o carnaval, o flerte, o movimento de trânsito e a macumba, e também das situações em que se faz imperativa uma decisão. Durante o período da exposição, haverá uma programação semanal de performances, encontros e conversas. Amanhã, uma programação especial de performances acontecerá durante a exposição e na próxima quarta-feira, 13 de maio, haverá uma conversa entre o curador Bernardo Mosqueira e a diretora da Escola, Lisette Lagnado.






O PIPA respeita a liberdade de expressão, e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site odem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos.
Copyright © Instituto PIPA