Tagged hiroshi sugimoto

0

A arquitetura de Paulo Mendes da Rocha dialoga com a arte no MuBE

(São Paulo, SP) O Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia (MuBE) abre no sábado “Pedra no Céu: Arte e arquitetura de Paulo Mendes da Rocha”. A coletiva busca estabelecer paralelos entre a arte e a obra do arquiteto do MuBE, hoje com 88 anos, reunindo tanto obras de artistas clássicos como Debret, grande referência do arquiteto, quanto de nomes contemporâneos, como os finalistas ao Prêmio PIPA André Komatsu e Daniel Steegmann Mangrané.

Últimos dias | Roesler Hotel #26

(São Paulo, SP) A 26a. edição do traz recorte do historiador da arte Matthieu Poirier, co-curador da mostra Dynamo, do Grand Palais. Com a mostra, Poirier interroga a própria natureza da abstração, em sua acepção como a morte da figura, pelo viés da luz, que tem o poder de criar materialidade e presença visuais, como também de dissimulá-las. Em suas palavras, “a luz não é mais considerada uma ferramenta para compreender ou ‘fazer sentido’. Em vez disso, ela dissolve a realidade, expandindo os limites da visão”.

Roesler Hotel #26 reúne curadores emblemáticos do Brasil e do exterior

(São Paulo, SP) A Galeria Nara Roesler recebe curadores do Brasil e do mundo e a exposição Spectres, com recorte do historiador de arte Matthieu Poirier, com cerca de 20 trabalhos de nomes como James Turrell e Julio Le Parc. A mostra reúne esculturas, instalações, pinturas e fotografias abstratas, que utilizam o recurso da luz, reforçando sua fugacidade pela oscilação entre o aparecimento e o desaparecimento.

Roesler Hotel #26 | Projeto de exposições com curadores convidados

(São Paulo, SP) A mostra reúne esculturas, instalações, pinturas e fotografias abstratas, que utilizam o recurso da luz, reforçando sua fugacidade pela oscilação entre o aparecimento e o desaparecimento. Com a mostra, Matthieu Poirier interroga a própria natureza da abstração, em sua acepção como a morte da figura, pelo viés da luz, que tem o poder de criar materialidade e presença visuais, como também de dissimulá-las. Em suas palavras, “a luz não é mais considerada uma ferramenta para compreender ou ‘fazer sentido’.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA