Tagged Henrique Oliveira

0

Últimos dias | “Marina Monumental” leva obras de grandes dimensões à Marina da Glória

(Rio de Janeiro, RJ) Acaba neste domingo, 18 de dezembro, a exposição “Marina Monumental”. Curada pelo francês Marc Pottier, a mostra levou à Marina da Glória obras de grandes dimensões de 19 artistas de todo o país, marcando ao mesmo tempo a devolução da área ao cotidiano do carioca pós-Olimpíadas e sua inserção no cenário cultural da cidade – a ideia é que exposição seja uma iniciativa anual.

0

“Marina Monumental” apresenta obras de grandes dimensões de 19 artistas

(Rio de Janeiro, RJ) A devolução da Marina da Glória ao cotidiano do carioca depois do período de Olimpíadas – o local, completamente revitalizado, foi cedido para as competições de vela – foi feita em grande estilo. Literalmente. Marco dessa reintegração, a exposição “Marina Monumental – Arte na Marina da Glória”, curada pelo francês Marc Pottier, reúne obras de grandes dimensões de 19 artistas de todo o país, entre eles os já indicados ao Prêmio PIPA Antonio Bokel, Henrique Oliveira, Ivani Pedrosa e Paulo Vivacqua.

0

Exposição “A Máquina do Mundo” mistura verbo e imagens

(Rio de Janeiro, RJ) Inspirados no poema de Carlos Drummond de Andrade e Camões e na fortuna crítica sobre eles, Sergio e Clara (os curadores) instituíram as figuras dos dois grandes poetas da língua portuguesa como uma espécie de curadores imaginários. Afim de trazer o tempo poético para o processo criativo da mostra, os curadores organizaram rodas de leitura e análises sobre os poemas entre os artistas.

0

Definidos os Artistas Destaque de 2014 do 6º Guia Dasartes

Como acontece anualmente, a revista Dasartes realizou uma votação para definir os 10 Artistas Destaque de 2014, que sairão no 6º Guia Dasartes, publicação prevista para ser lançada ainda este mês. Diversas personalidades do meio artístico foram convidadas a votarem em até 9 nomes. Pelo voto livre, 150 diferentes artistas foram citados, sendo os 10 mais votados, que constarão no Guia Dasartes 2015. Dentre eles estão a vencedora do PIPA 2014, Alice Miceli, e outros três artistas finalistas do Prêmio. Veja a lista completa.

Vanda Klabin

Membro do Comitê de Indicação PIPA 2015. Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ. Formada em Ciências Políticas e Sociais pela PUC-RJ, em História da Arte e Arquitetura pela UERJ e Pós –Graduada em Filosofia e História da Arte, pela PUC-RJ, atua atualmente como curadora independente. Foi diretora do Centro de Arte Hálio Oiticica,…

Últimos dias | “Do Valongo à Favela: imaginário e periferia”

(Rio de Janeiro, RJ) A parte do Rio de Janeiro que corresponde hoje aos bairros da Saúde e da Gamboa pode ser considerada a primeira periferia do Brasil. Esta mostra examina como foi sendo formado o imaginário cultural dessa região, por meio de sua presença na arte. Participam desta grande coletiva os artistas André Komatsu, Armando Queiroz, Ayrson Heráclito, Bárbara Wagner, Caetano Dias, Caio Reisewitz, Grupo Empreza, Henrique Olveira, Laercio Redondo, Marcelo Cidade, Matheus Rocha Pitta, Paulo Nazareth, Virginia de Medeiros e Waléria Américo, entre outros.

“Do Valongo à Favela: imaginário e periferia” tematiza a zona portuária carioca

(Rio de Janeiro, RJ) Tomando a história de exclusão da região portuária da cidade como ponto de partida, a exposição “Do Valongo à Favela: imaginário e periferia” examina como foi sendo formado o imaginário cultural dessa periferia, por meio de sua presença na arte. A mostra cria um percurso desde as imagens antigas do lugar e das atividades ali decorridas, até a elaboração da favela como questão de interesse da arte para muito além dos limites geográficos que lhe deram origem.

Mostra coletiva atrai visibilidade para zona portuária carioca

(Rio de Janeiro, RJ) André Komatsu, Armando Queiroz, Arjan Martins, Ayrson Heráclito, Barbara Wagner, Caetano Dias, Caio Reisewitz, Grupo Empreza, Henrique Oliveira, Laercio Redondo, Marcelo Cidade, Matheus Rocha Pitta, Paulo Nazareth, Virginia de Medeiros e Waléria Américo fazem parte dos artistas expostos em “Do Valongo à Favela”. A coletiva reúne ampla seleção de imagens e obras divididas em oito núcleos significativos. São eles: Praia Formosa, Rua do Valongo, Pequena África, O Bairro Rubro, Praça Mauá, Problema Social, Fato Estético e Periferia é periferia.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA