Tagged Guilherme Gutman

Guilherme Gutman assina a curadoria de “Luxe DeLuxe”

(Rio de Janeiro, RJ) Integrante do Comitê de Indicação do Prêmio em 2016, Guilherme Gutman foi o responsável pela curadoria de “Luxe DeLuxe”, que começou na Portas Vilaseca Galeria esta semana. Para a ocasião, escreveu textos sobre os quatro artistas que participam da mostra, Ayrson Heráclito, Pedro Victor Brandão, Raquel Nava e Anitta Boa Vida. Leia-os na íntegra neste post.

Luiz D’Orey conversa com Carlos Vergara e Guilherme Gutman sobre “quase plano”

(Rio de Janeiro, RJ) Aos 23 anos, Luiz D’Orey tem um currículo e tanto: formado em Belas Artes pela School of Visual Arts, em Nova York, ele já foi assistente de nomes como Raul Mourão, indicado ao Prêmio PIPA 2012 e 2016, e Carlos Vergara, membro do Comitê de Indicação em 2012. É com o último, aliás, que o jovem artista conversa hoje, 30 de agosto, na galeria Mercedes Viegas, a partir das 19h. O bate-papo gira em torno da individual de D’Orey em cartaz no espaço, “quase plano”, e conta ainda com a participação do curador da exposição, Guilherme Gutman (outro membro do Comitê de Indicação do Prêmio, este em 2016)

Luiz d’Orey explora as transformações do cenário urbano em sua primeira individual

Apropriando-se dos lambe-lambes que encontra pelas ruas de Nova York para criar suas pinturas, Luiz d’Orey cruza acaso e intenção em “quase plano”, individual que abre esta semana na galeria Mercedes Viegas. Com curadoria de Guilherme Gutman, integrante do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA 2016, a primeira individual do artista exibe 15 obras inéditas.

0

“Vijai Patchineelam – A Incapacidade de conter o presente” – leia o texto exclusivo de Guilherme Gutman

Membro do Comitê de Indicação do Prêmio PIPA 2016, o crítico e curador Guilherme Gutman analisa aqui a última exposição de Vijai Patchineelam, “od danas do sjutra”. Exigindo de seus espectadores uma atitude menos “passiva” em relação à obra, Patchineelam produz neles uma certa inquietude – justamente o fator que, de acordo com Luiz Camillo Osorio em sua última coluna, “Arte não é informação”, anda escasso na experiência de fruição da arte nos dias de hoje.

0

Cristina Lapo, Raphael Couto, André Sheik e Guilherme Gutman participam de conversa hoje

(Rio de Janeiro, RJ) Membro do Comitê de Indicação da última edição do Prêmio PIPA, Guilherme Gutman é um dos convidados da conversa que acontece hoje na Galeria Mercedes Viegas. Para ela, os artistas atualmente em cartaz na galeria, Cristina Lapo e Raphael Couto, convidaram seus curadores – André Sheik e Gutman, respectivamente – para discutir as próprias obras, que seguem até o fim do mês sendo exibidas na galeria.

0

Guilherme Gutman ministra curso sobre o “estranho” no Parque Lage

(Rio de Janeiro, RJ) Caracterizado como um “efeito de inquietude” gerado a partir de atração e repulsa simultâneas a um objeto, o conceito freudiano de “estranho” é tema do curso que Guilherme Gutman, psicanalista, crítico de arte e membro do Comitê de Indicação do ano passado, ministra a partir de hoje na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Propondo-se a analisar obras de arte, exposições-chave e teóricos específicos junto aos alunos, Gutman explora como a ideia de “estranho” pode atravessar exposições artísticas.

0

“Space Jihad” e o futuro distópico de Adriano Motta

(Rio de Janeiro, RJ) Indicado ao Prêmio PIPA em 2014 e em 2016, Adriano Motta apresenta, nesta quarta-feira, 01 de fevereiro, sua mais nova individual na galeria Cavalo, “Space Jihad”. Sucedendo “The Unique Institutional Critique Pop-Up Boutique”, da qual o artista também participava, a mostra tem curadoria de Guilherme Gutman e estende o olhar irônico e ácido do artista a uma terra ainda desconhecida: o futuro distópico.

0

Prêmio PIPA 2016: Vale a pena ler de novo

Neste post, reunimos alguns dos melhores textos que passaram pelo site do Prêmio PIPA em 2016. Entre entrevistas de artistas com Luiz Camillo Osorio, curador do Instituto PIPA, textos críticos e reflexões sobre a arte hoje, uma certeza: a de que o Prêmio cumpre dia-a-dia a sua missão de janela para a arte contemporânea brasileira. Que em 2017, ela seja ainda mais vista – e debatida, e problematizada – mundo afora.

0

Projeto “Novas Poéticas” expõe trabalhos de 23 artistas

(Curitiba, PR) O projeto “Novas Poéticas” abre na próxima sexta-feira, 25 de novembro, sua terceira exposição, dessa vez na Fundação Museu do Futuro. A mostra apresenta trabalhos de 23 artistas – entre eles, Ingrid Bittar, indicada ao Prêmio PIPA – , selecionados através de uma convocatória lançada em junho por Germano Dushá, Pollyana Quintella e Guilherme Gutman. A exposição comporta linguagens diversas: tendências formalistas, aspirações sócio-políticas, pesquisas de si, da paisagem, do entorno, da matéria e suas qualidades, da tecnologia.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA