Tagged Giselle Beiguelman

0

Pina propõe discussão sobre fotografia a partir do próprio acervo em “Antilogias”

(São Paulo, SP) A ideia era, de um lado, contar os percursos da história do acervo fotográfico da Pinacoteca de São Paulo. De outro, propor uma abordagem mais livre, sem cronologias, sobre a produção artística contemporânea. O resultado? A exposição “Antilogias: O fotográfico na Pinacoteca”, que estreou na Pinacoteca de São Paulo (Pina Luz) nesse sábado, 20 de maio, exibindo obras de 60 artistas – entre eles, sete indicados ao Prêmio PIPA.

“Multitude”, coletiva com Dora Longo Bahia e Lourival Cuquinha

(São Paulo, SP) O projeto internacional de arte contemporânea “Multitude” reúne exposição, performances e debates em torno do conceito de multidões. Heterogênea, dispersa, complexa e multidirecional, a multidão vem gerando debate intenso nos campos da sociologia e ciência política, sendo tema também de uma diversidade de obras artísticas nos últimos anos. O eixo principal é a mostra, com mais de vinte obras produzidas em diferentes suportes. A curadoria geral é de Andrea Caruso Saturnino e Lucas Bambozzi.

Últimos dias para visitar “A Invenção da Praia”

(São Paulo, SP) Somente até 22 de junho é possível visitar esta exposição coletiva com curadoria de Paula Alzugaray, que reúne obras de artistas que abordam a natureza transitiva da praia, experiementando ações efêmeras e ambientais. “A Invenção da Praia” investiga o que acontece quando o artista transporta a amplitude da paisagem ao ar livre para o espaço interno da galeria, e que mecanismos ele cria para promover esse grande salto. A exposição conta com participações de Caio Reisewitz, Lucia Koch, Maria Laet e Waléria Américo.

Caio Reisewitz, Maria Laet, Lucia Koch e Waléria Américo participam de coletiva “A Invenção da Praia”

(São Paulo, SP) A exposição, com curadoria de Paula Alzugaray, é composta por desenhos, pinturas, fotografias, projetos arquitetônicos, instalações, vídeos, textos e performances que abordam a praia de diferentes maneiras. Obscena, verborrágica, prolixa, residual. Zona intermediária – de ideias, conceitos e afetos. Espaço democrático, lugar do jogo, da confraternização. Em seu conjunto de ações, divagações sobre a invenção da paisagem e projeções de ideias da praia, a exposição quer se oferecer como um lugar de reflexão sobre a função da arte no exercício das práxis sociais e de reconciliação com a natureza.

Coletiva “A Invenção da Praia” reúne obras de Caio Reisewitz, Maria Laet, Lucia Koch e Waléria Américo

(São Paulo, SP) Múltiplas praias se avizinham aqui. Obscena, verborrágica, prolixa, residual. Zona intermediária – de ideias, conceitos e afetos. Espaço democrático, lugar do jogo, da confraternização. É também um lugar para perder a hora, operar com novos referenciais de tempo e espaço, como sugere a instalação “Externa-dia-praia” de Lucia Koch. Composta por um conjunto de fontes, rebatedores e filtros de luz normalmente usados em estúdios fotográficos, a obra tem certa aura de praia deserta, à espera de visitantes.

Mostra coletiva “A Invenção da Praia” apresenta diversas versões da paisagem

(São Paulo, SP) “Busca o alargamento da experiência sensível o artista que mergulha na natureza transitiva da praia, experimentando ações efêmeras, ambientais. Também aquele que finca na areia seu observatório do mundo, a fim de enquadrá-lo dentro de um horizonte particular”, afirma a curadora Paula Alzugaray sobre “A Invenção da Praia”, mostra coletiva cujo tema é a praia e suas versões, abordadas por artistas como Caio Reisewitz, Maria Laet, Lucia Koch e Waléria Américo.

Últimos dias | Exposição de fotografia em Curitiba

(Curitiba, PR) Nesta edição, a Bienal Internacional de Curitiba exibe obras de 150 artistas dos cinco continentes em mais de 100 espaços da cidade. Atenção especial é dada à arte urbana e às perfomances artísticas, que além de estarem cada vez mais fortes e presentes no cenário internacional, oferecem um contato direto e imediato com as pessoas da cidade. Literatura, web arte e música recebem também grande espaço no evento.

Bienal Internacional de Curitiba | Abertura de mostra de Fotografia

(Curitiba, PR) Nesta edição, a Bienal Internacional de Curitiba exibe obras de 150 artistas dos cinco continentes em mais de 100 espaços da cidade. Atenção especial é dada à arte urbana e às perfomances artísticas, que além de estarem cada vez mais fortes e presentes no cenário internacional, oferecem um contato direto e imediato com as pessoas da cidade. Literatura, web arte e música recebem também grande espaço no evento.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA