Tagged Funarte

0

Diego de Santos apresenta o projeto “Poema 193”

(Fortaleza, CE) O projeto consiste em um intenso processo experimental em que aciona-se o imaginário da concha, da casa, do arquétipo de morada, em confronto com o fogo e suas simbologias para discorrer poeticamente sobre questões que permeiam tanto o campo da intimidade, como sobre conflitos sociais.

0

Últimos dias | “Estudos Superficiais”, mostra individual de Gustavo Speridião

(São Paulo, SP) O conjunto é composto por obras em preto e branco – 94 fotografias e um filme digital de 55 minutos – que exploram situações da vida cotidiana através de um olhar atento a composições formais. As obras foram produzidas entre 2006 e 2013 em 18 países: Brasil, Bolívia, Argentina, Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Holanda, Alemanha, Polônia, Republica Tcheca, Hungria, Itália, Grécia, Turquia, Rússia, Marrocos e Egito.

Gustavo Speridião expõe série fotográfica em São Paulo

(São Paulo, SP) Em “Estudos Superficiais”, o artista propõe temas relevantes a um contexto contemporâneo brasileiro e internacional, em que artistas e pesquisadores se deparam com questões que vão além do objeto artístico em si. A mostra representa um ponto de virada na carreira de Gustavo Speridião, que depois de expor em outros estados e no e no exterior, faz sua primeira individual em uma instituição na cidade de São Paulo.

“Estudos Superficiais”, mostra de Gustavo Speridião

(São Paulo, SP) A exposição leva o mesmo nome da série composta por 94 fotografias em preto e branco e um filme digital que exploram situações da vida cotidiana através de um olhar atento a composições formais. A mostra representa um ponto de virada na carreira de Speridião que, depois de expor em outros estados e no e no exterior, faz sua primeira individual em São Paulo.

0

Membro do Comitê de Indicação na 1ª edição do PIPA, Luiz Braga volta como artista indicado em 2015

Luiz Braga iniciou na fotografia aos 11 anos. Até 1981, fotografava principalmente em preto e branco. Após essa fase, descobre as cores vibrantes da visualidade popular amazônica e, convidado pela Funarte, viaja pela região aprofundando seu trabalho. Sua abordagem ímpar passa ao largo das visões estereotipadas e superficiais sobre a Amazônia e junto com o domínio da cor o transformaram em referência na fotografia brasileira contemporânea. Em 2009, foi um dos representantes do Brasil na 53ª Bienal de Veneza, na Itália. Membro do Comitê de Indicação – órgão responsável por indicar artistas ao PIPA – logo na primeira edição do Prêmio, Braga participa agora como artista indicado. Acesse sua página recém-criada para saber mais sobre a carreira e ver outras obras do artista.

Luiz Hermano apresenta 70 obras em individual inédita

(Belo Horizonte, MG) “Volta ao Mundo: O Apanhador de Grãos” é uma exposição individual inédita e reúne um conjunto de 70 obras, entre desenhos, gravuras, pinturas, objetos, fotografias, instalações e esculturas, realizado pelo artista cearense Luiz Hermano. O recorte de obras apresentadas evidencia o percurso criativo de 35 anos de trabalho do artista, desde seus primeiros desenhos até as esculturas de hoje, e exige a exploração da percepção visual, auditiva, além do uso dos demais sentidos e da capacidade de estabelecer relações. Para Luiz, “o fazer artístico está incorporado no ser que transpira sua própria obra”.

0

Residências artísticas | Mapeamento nacional e relação com o Prêmio

A residência artística internacional sempre fez parte do prêmio dado ao vencedor do PIPA. Nos primeiros três anos os vencedores participavam do programa da Gasworks, em Londres, e a partir de 2013 passaram a participar do programa da Residency Unlimited, em Nova York, EUA. Em 2014 incluimos a residência em território nacional como parte do prêmio pela vitória da categoria PIPA Online. O programa escolhido foi o do Instituto Sacatar, em Salvador, Bahia. No mesmo ano a Funarte lançou o resultado de uma pesquisa inédita sobre residências artísticas no país. O Mapeamento de Residências Artísticas no Brasil, nome dado ao projeto, oferece informações sobre onde estão localizadas, como funcionam, como se financiam e quem são os envolvidos e beneficiados pelas atividades de residência. A publicação conta, dentre outros, com um artigo do artista e curador Amilcar Packer e uma entrevista com Augusto Albuquerque, coordenador do Sacatar.

Orlando Maneschy

Vive e trabalha em Belém, Pará. Membro do Comitê de Indicação PIPA 2015, 2016 e 2018. Pesquisador, artista, curador independente e crítico. Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Realizou estágio pós-doutoral na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. É professor na Universidade Federal do Pará, atuando na graduação e pós-graduação. Coordenador do…

Fernanda Lopes

Vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ. Membro do Comitê de Indicação PIPA 2015. Crítica de arte e pesquisadora, Doutoranda no Programa de Pós-Graduação da Escola de Belas Artes da UFRJ, e Professora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage (RJ) e do Departamento de Arquitetura da PUC-Rio. Ganhadora da Bolsa de Estímulo…

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA