Tagged Finalistas 2017

0

Luiz Camillo Osorio conversa com Éder Oliveira

Finalista do Prêmio PIPA 2017, Éder Oliveira é o segundo entrevistado da série de conversas exclusivas com o curador do Instituto PIPA Luiz Camillo Osorio. Nascido na pequena cidade de Timboteua, o pintor se dedica desde 2004 a explorar o que chama de “identidade do homem amazônico” através de retratos monumentais e monocromáticos. Aqui, ele fala sobre sua formação, sua relação com a arte de rua, e sobre a recepção de seu trabalho nos mais diferentes ambientes.

Assista ao vídeo da montagem da Exposição dos Finalistas do Prêmio PIPA 2017

Já se perguntou como é feita a montagem de uma exposição? Acredite: você não é o único. Por isso, o Prêmio PIPA publica, todo ano, um vídeo sobre a montagem da Exposição dos Finalistas que ele apresenta no MAM-Rio. Nesta edição, os artistas participantes são Antonio Obá, Bárbara Wagner, Carla Guagliardi e Éder Oliveira. Os quatro concorrem à principal categoria do Prêmio PIPA e contam, no vídeo, um pouco das obras que apresentam na exposição.

Exposição dos Finalistas do Prêmio PIPA 2017 abre no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, RJ) Antonio Obá, Bárbara Wagner, Carla Guagliardi e Éder Oliveira. Há quem diga que os quatro finalistas do Prêmio PIPA 2017 não podiam ser mais diferentes entre si. Vindos de diversas parte do país, cada um se especializou em um suporte distinto. Curador do Instituto PIPA, Luiz Camillo Osorio, vê, no entanto, coisas em comum entre os quatro. Um diálogo que se concretizou através da Exposição dos Finalistas do Prêmio PIPA 2017, cuja abertura no último fim de semana reuniu cerca de 400 pessoas no MAM-Rio.

Exposição dos Finalistas do Prêmio PIPA 2017 em cartaz no MAM-Rio

(Rio de Janeiro, RJ) Chegou a hora! Começa neste sábado, 23 de setembro, a Exposição dos Finalistas do Prêmio PIPA 2017, com obras dos finalistas da oitava edição do Prêmio PIPA, Antonio Obá, Bárbara Wagner, Carla Guagliardi e Éder Oliveira. Escolhidos pelo Conselho do Prêmio entre os 56 artistas nomeados pelo Comitê de Indicação este ano, os quatro finalistas concorrem ao prêmio principal do PIPA que, no valor de R$130 mil, é escolhido pelo Júri de Premiação 2017.

0

Conversa com Antonio Obá, por Luiz Camillo Osorio

A três semanas da abertura da exposição do Prêmio PIPA 2017 no MAM-Rio – a mostra tem início no dia 23 de setembro –, o curador do Instituto PIPA Luiz Camillo Osorio inaugura uma série de conversas exclusivas com os quatro finalistas desta edição. O primeiro entrevistado é Antonio Obá. Natural de Ceilândia, cidade-satélite de Brasília, sua obra investiga o universo religioso nacional, questionando o mito do sincretismo entre catolicismo e credos de matriz africana. Aqui, Obá fala sobre performance, arte afrodescendente, lugar de fala, e como a arte pode – e deve – ultrapassar os muros das galerias.

0

Antonio Obá é destaque de portal de notícias do Distrito Federal

Um dos quatro finalistas do Prêmio PIPA 2017, Antonio Obá foi tema de uma matéria no portal de notícias brasiliense Metrópoles. O artista, que nasceu em Ceilândia, cidade-satélite mais populosa do Distrito Federal, fala na entrevista sobre sua trajetória nas artes visuais, a polêmica em torno de sua obra – um de seus trabalhos mais controversos é “Atos da Transfiguração”, em que ele esfrega uma estátua negra, de madeira, da Nossa Senhora Aparecida, até que ela se torne branca –, e sua reação ao ser escolhido para disputar o Prêmio PIPA junto dos artistas Bárbara Wagner, Carla Guagliardi e Éder Oliveira. “Uma surpresa. Uma grande surpresa”, ele afirma na entrevista.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA