Tagged Centro Cultural Banco do Nordeste

Últimos dias | “A realidade do sonho”, com Eduardo Frota, Júlio Leite, Lourival Cuquinha, Solon Ribeiro e Yuri Firmeza

(Fortaleza, CE) “Não se trata de identificar se o que está sendo apresentado é ficção ou realidade, mas reconhecer que esse imaginário “pula do sonho” e passa a ser real. Assim como nas novelas do escritor e dramaturgo italiano Luigi Pirandello, publicadas entre 1894 e 1934, refletem e exprimem o contraste entre o que parece e o que deve ser, entre vida e forma ou ainda, o que há de real no sonho que se concretiza no corpo e na alma, como sua personagem da A Realidade do Sonho, que se expôs às provas e aos desafios brotados do seus sonhos, na vida real”, diz a curadora Jacqueline Medeiros.

Mostra coletiva examina obra de Chico da Silva

(Fortaleza, CE) “A realidade do sonho”, com obras de artistas como Yuri Firmeza, Lourival Cuquinha, Solon Ribeiro, Júlio Leite e Eduardo Frota, exploram conexões entre os tempos híbrido, multicultural, universal e local, que atravessam a História da Arte Nordestina para criar outros sentidos – talvez como forma de resistência – de arte e de vida. São 55 obras que oferecem uma forma livre de observar e entendê-las por meio de relações entre si que ampliam e atualizam as questões presentes na obra de Chico da Silva, em vez de uma narrativa cronológica.

“A Realidade do Sonho”, explora questões presentes na obra de Chico da Silva

(Fortaleza, CE) Aliviando o peso realista da vida, os trabalhos dos artistas presentes nesta mostra convertem-se em chave para a apresentação de temas universais, da vida contemporânea e nos lança num jogo de significação metafísica, compondo um poema imagético que modifica a lógica racional do dia- a-dia. “Não se trata de identificar se o que está sendo apresentado é ficção ou realidade, mas reconhecer que esse imaginário ‘pula do sonho’ e passa a ser real.” comenta a curadora Jaqueline Medeiros. A mostra apresenta trabalhos de Eduardo Frota, Júlio Leite, Lourival Cuquinha, Solon Ribeiro e Yuri Frmeza, entre outros.

Últimos dias | “Muito pelo ao Contrário”

(Fortaleza, CE) Esses são os últimos dias para conferir a nova série de pinturas de Fabio Baroli, inéditas em Fortaleza. “Muito pelo ao contrário” retrata matutos, traçando e pontuando seu implícito. Nessa compilação, a sagacidade dos trocadilhos que dão forma a essa narrativa imagética traz não somente o resgate de uma cultura que, na grande maioria das vezes, nos foge à compreensão mas, acima de tudo, aponta a delicadeza das amarras de seu universo pessoal.

Mostra individual de Fabio Baroli em Fortaleza

(Fortaleza, CE) A blague representada nas pinturas de Baroli é realisticamente sutil e por isso mesmo, devemos olha-la com leveza, em todos os seus detalhes, de forma a não perder um, dois, cem mundos inteiros e indecifráveis mas, ainda assim, perfeitamente possíveis. Uma contradição deliciosa que se afina imediatamente ao o humor temático da exposição.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA