Tagged Cao Guimarães

Exposição apresenta diálogo entre trabalhos em vídeo de seis artistas

(São Paulo, SP) A Pinacoteca abriu no último sábado a exposição “Ensaio de tração”, dedicada a trabalhos em vídeo de artistas brasileiros. Incorporada ao acervo da Instituição em 2015, a obra “Da janela do meu quarto”, de Cao Guimarães, foi o ponto de partida da exposição, que reúne também trabalhos de Cinthia Marcelle e Tiago Mata Machado, Janaina Wagner, Marcellvs L. e Wagner Morales.

Coletiva traça panorama da influência do ready made na arte brasileira

(São Paulo, SP) Há exatos 100 anos, Marcel Duchamp colocava um mictório em um museu e declarava que aquilo era arte. O marco motivou a organização de “Ready Made in Brazil”, que começa na segunda que vem no Centro Cultural Fiesp. A exposição cria uma linha do tempo do ready made no país, exibindo obras de artistas como a finalista do Prêmio PIPA 2017 Carla Guagliardi e o vencedor em 2013 Cadu.

0

Sétima edição da ArtRio começa nesta semana

(Rio de Janeiro, RJ) Uma das feiras de arte mais importantes da América Latina, a ArtRio, chega este ano a sua sétima edição, reunindo cerca de 70 galerias nacionais e internacionais. O evento, que começa oficialmente na próxima quinta, 14 de setembro, na Marina da Glória, traz ainda atividades paralelas, como um ciclo de palestras e visitas guiadas a espaço culturais pela cidade.

Última semana de “Modos de ver o Brasil”, exposição que comemora os 30 anos de atividade do Itaú Cultural

(São Paulo, SP) Obras raras, como dois mapas do século XVII, dividem o espaço expositivo com obras contemporâneas de artistas como Berna Reale, finalista do Prêmio PIPA 2013, Éder Oliveira, finalista do PIPA deste ano e Paulo Nazareth, vencedor do PIPA 2016. Sob a curadoria de Paulo Herkenhoff, “Modos de ver o Brasil: Itaú Cultural 30 anos” está em cartaz na Oca, no Parque Ibirapuera, até este domingo, 13 de agosto, e traz cerca de oitocentas obras de um acervo de 15 mil peças pertencentes ao Banco Itaú.

0

Catorze artistas refletem sobre a cidade e a vida urbana em “Metrópole”

(São Paulo, SP) A Galeria Nara Roesler apresenta, a partir deste fim de semana, a coletiva “Metrópole”, que investiga a cidade e a vida urbana (com suas especificidades, complexidades e adversidades) sob o olhar de 14 artistas, entre estrangeiros e brasileiros – participam, por exemplo, as vencedoras do Prêmio PIPA Alice Miceli e Virginia de Medeiros, além de nomes renomados como Isaac Julien, Hélio Oiticica e Vik Muniz.

0

Últimos Dias | Coletiva “Cromofilia vs. Cromofobia” investiga a cor

(São Paulo, SP) A invenção da tabela cromática na década de 1960 trouxe uma liberdade sem precedentes para os artistas ao oferecer uma alternativa ao tradicional e rígido círculo cromático. É essa liberdade que é celebrada em “Cromofilia vs. Cromofobia: investigações da cor”, coletiva da Galeria Nara Roesler que entra hoje em sua última semana. Com obras de 18 artistas – entre eles os já indicados ao Prêmio PIPA Antonio Dias, Bruno Dunley, Cao Guimarães, Lucia Koch e Rodolpho Parigi – a mostra desafia os espectadores a experimentar a cor.

0

“cromofilia vs cromofobia” | Liberdade e autonomia no uso da cor

(São Paulo, SP) Antonio Dias, Bruno Dunley, Cao Guimarães, Lucia Koch e Rodolpho Parigi participam da coletiva “cromofilia vs cromofobia”, que gira em torno da batalha entre a cartela de cores versos o círculo cromático. Tomando como base teórica o ensaio de David Batchelors, “Cromofilia”, de seu livro Chromophobia, a exposição analisa como os artistas contemporâneos jogam, destroem e revelam a tensão entre o uso de cores industriais do período pós 1960 e o advento da cartela de cores. Batchelor descreve a tabela de cor como “uma lista descartável de cores prontas”.

0

“Retroatos” | O retrato é repositório de lembranças

(Rio de Janeiro, RJ) Composta por 18 fotografias e um vídeo, todos inéditos, a mostra inaugura uma nova série, após “Gambiarras e Paquerinhas”. “Retroatos” explora o gênero artístico clássico do retrato de forma original. No conjunto de obras ora apresentado nesta exposição, o artista omite justamente aquilo que primeiramente esperamos encontrar em um retrato, ou seja, a representação do rosto de uma ou mais pessoas.

0

Coletiva “museu do louvre pau-brazyl” reúne artistas e pesquisadores

(São Paulo, SP) A exposição surge da relação entre os dois Louvres: o museu parisiense e o edifício de Artacho Jurado. O prédio, localizado na avenida São Luís e projetado nos anos 50, é um ícone da cidade, e um dos primeiros edifícios a comportar apartamentos de diferentes tamanhos e térreo e mezanino abertos para o espaço público, através de galerias comerciais em funcionamento até hoje.

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA