Tagged Ateliê 397

0

“O Episódio São Paulo – The GAM#6”, uma exposição em formato de conversa

(São Paulo, SP) Indicados ao Prêmio PIPA em 2014 e em 2016, os artistas Beto Shwafaty e Daniel de Paula participam neste sábado de uma exposição, no mínimo, singular. É que “O Episódio São Paulo – The GAM#6”, idealizado pelo italiano Alessandro Facente, é uma mostra no formato “spoken-word”, ou seja, embora produzida como uma exposição normal, é apresentada ao público como uma conversa.

Últimos dias | “Pintar a China Agora”, com curadoria de Marcelo Amorim

(São Paulo, SP) A exposição, que tem curadoria de Marcelo Amorim, chama atenção para o fenômeno Outsourcing/ Offshoring: a terceirização e a relocação de instalações industriais em países pobres visando a maximização do lucro. A dupla Brody & Paetau alerta que o mundo das artes não está isento desse problema. Desde 2007, os artistas produzem pinturas utilizando as chamadas “fábricas de pintura” da China: ateliês comerciais que se propõem a pintar imagens no estilo hiperrealista por encomenda e pela internet.






Em cartaz | “Pintar a China Agora”, com curadoria de Marcelo Amorim

(São Paulo, SP) Pintar a China Agora é o primeiro de uma série de trabalhos intitulada “Made in China” que Brody & Paetau vêm desenvolvendo desde 2007, nos quais o uso das chamadas fábricas de pintura é o ponto comum. Fazem parte desta série os trabalhos Respect the leaders (2008), Salvador DaliX (2008), Child Picassos (2008), Wang Bin tortured in commercial quality, high quality and museum quality (2010) e Chinese assistants (2011). Esta última, por fim, mostra autorretratos dos próprios pintores, feitos do modo como desejaram. A dupla parece reencenar, no contexto da arte, práticas que o capitalismo já naturalizou, com o intuito de provocar, quase sempre através da tensão, um novo olhar para essas questões.






“Pintar a China Agora” tem curadoria de Marcelo Amorim

(São Paulo, SP) Desde 2007, a dupla Brody & Paetau produz pinturas utilizando as chamadas “fábricas de pintura” da China: ateliês comerciais que se propõem a pintar imagens no estilo hiperrealista por encomenda e pela internet. A exposição “Pintar a China Agora” conta com 30 pinturas a óleo, no formato 30 x 40cm, com imagens de lesões corporais decorrentes da tortura infligida pelo governo chinês a seus cidadãos. Esse é é o primeiro de uma série de trabalhos intitulada “Made in China” que a dupla vem desenvolvendo há mais de cinco anos e a mostra tem curadoria de Marcelo Amorim.






“Pintar a China Agora” discute o fenômeno Outsourcing/ Offshoring

(São Paulo, SP) A exposição, que tem com curadoria de Marcelo Amorim, chama atenção para o fenômeno Outsourcing/ Offshoring: a terceirização e a relocação de instalações industriais em países pobres visando a maximização do lucro. A dupla Brody & Paetau alerta que o mundo das artes não está isento desse problema. Desde 2007, os artistas produzem pinturas utilizando as chamadas “fábricas de pintura” da China: ateliês comerciais que se propõem a pintar imagens no estilo hiperrealista por encomenda e pela internet.






Hoje à noite | Leilão às cegas “Art Surpraise” reúne obras doadas por mais de 80 artistas

(São Paulo, SP) Carla Zaccagnini, Celina Portella, Daniel Steegmann Mangrané, Estela Sokol, João Loureiro, Luciano Zanette, Luiz Roque, Marcelo Amorim, Marco Antonio Portela, Patricia Osses, Pedro Varela, Raquel Stolf, Runo Lagomarsino, Vanderlei Lopes e Wagner Malta Tavares são alguns dos artistas com obras doadas presentes no leilão “Art Surpraise”, em comemoração dos onze anos de atividade de espaço paulista. É uma oportunidade para levar para casa obras de artistas renomados ou apostar em novos nomes pela qualidade e pelo gosto.






Leilão às cegas “Art Surpraise” reúne obras doadas por mais de 80 artistas

(São Paulo, SP) Carla Zaccagnini, Celina Portella, Daniel Steegmann Mangrané, Estela Sokol, João Loureiro, Luciano Zanette, Luiz Roque, Marcelo Amorim, Marco Antonio Portela, Patricia Osses, Pedro Varela, Raquel Stolf, Runo Lagomarsino, Vanderlei Lopes e Wagner Malta Tavares são alguns dos artistas com obras doadas presentes no leilão “Art Surpraise”, em comemoração dos onze anos de atividade de espaço paulista. O evento que acontece somente este sábado (dia 6) é uma oportunidade para levar para casa obras de artistas renomados ou apostar em novos nomes pela qualidade e pelo gosto.






Últimos dias | Orientação individual de projetos, com Marcelo Amorim

(São Paulo, SP) Os diretores do Ateliê 397, Marcelo Amorim e Thais Rivitti, estarão oferecendo orientação a artistas que queiram apresentar e discutir sua produção com especialistas. A conversa com os alunos se desenvolverá em torno de uma análise da produção, da apresentação e da circulação do trabalho de cada artista, dando especial ênfase ao primeiro, a análise da produção artística do aluno. O objetivo da orientação é proporcionar um momento de reflexão conjunta sobre os trabalhos, destacando suas potencialidades, seus problemas e apontando possibilidades de aprofundamento.






Orientação individual a projetos artísticos oferecida no Ateliê 397

(São Paulo, SP) O objetivo da orientação é proporcionar um momento de reflexão conjunta sobre os trabalhos, destacando suas potencialidades, seus problemas e apontando possibilidades de aprofundamento. Com ampla experiência na área de artes visuais, sobretudo com acompanhamento de artistas e leituras de portifólio, os orientadores Marcelo Amorim (artista plástico) e Thais Rivitti (crítica de arte e curadora) têm um olhar especial para a produção jovem e experimental.






Ateliê 397, de Marcelo Amorim, oferece orientação individual a projetos artísticos

(São Paulo, SP) Destinado a artistas que querem conversar sobre sua produção, a Orientação individual de projetos tem vagas para artistas que querem apresentar e discutir sua produção com especialistas. A orientação individual de projetos consiste em um encontro com 2 horas de duração em que serão abordados diversos aspectos da produção do aluno, como análise da produção artística (poética, linguagem, temática) e outros.






Copyright © Instituto PIPA