Tagged Associação Cultural VideoBrasil

0

20° Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil discute representatividade geopolítica da arte

(São Paulo, SP) Um panorama da produção do chamado Sul Global – antigamente chamado de “Terceiro Mundo” pelos internacionalistas – é o tema do 20° Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil, que começou nesta terça no Sesc Pompeia. A mostra reúne mais de 50 artistas, nove deles indicados ao Prêmio PIPA, e estimula uma discussão sobre as “amarras herdadas do passado colonial”.

0

Aberta a convocatória para a mostra “Verbo”, de performances artísticas

(São Paulo, SP) A mostra “Verbo”, fundada pela Galeria Vermelho em 2005 em busca de um espaço para promover a discutir a performance artística no Brasil, abriu sua convocatória para artistas. Aqueles que se inscreverem podem enviar até 3 projetos de performances inéditas ou já apresentadas, e a seleção de projetos será realizada por Marcos Gallon, diretor artístico da mostra, Thereza Farkas, diretora do Videobrasil, e pela artista Carolina Mendonça.

0

Cinthia Marcelle apresenta obra premiada inédita no Brasil

(São Paulo, SP) Apresentada pela primeira vez no Brasil, “Trilogia”, de Cinthia Marcelle, é uma vídeo instalação composta pelos trabalhos “Fonte 193” (2007), “475 Volver” (2009) e “Cruzada” (2010), este último apresentado em 2010 na mostra dos finalistas do Prêmio PIPA daquele ano. Saiba mais sobre a mostra em cartaz na capital paulista.

0

Cinthia Marcelle apresenta vídeo instalação na mostra “Trilogia”

(São Paulo, SP) A exposição é composta pelos vídeos Fonte 193 (2007), 475 Volver (2009) e Cruzada (2010). O trabalho será apresentado em grande formato, o que permite ao público observar as sutilezas e ressonâncias entre as três peças. Um carro de bombeiro, uma retroescavadeira e músicos de diferentes bandas são captados do alto. Em terrenos vazios de terra vermelha, estes elementos realizam movimentações constantes, repetitivas e aparentemente sem sentido, explorando a representação do tempo e evidenciando como a linguagem pode ressaltar, ou dissolver, conflitos.

Júlia Rebouças

Vive e trabalha entre São Paulo, SP, e Belo Horizonte, MG. Membro do Comitê de Indicação PIPA 2015 e 2018. Júlia Rebouças é curadora, pesquisadora e crítica de arte. Foi co-curadora da 32ª Bienal de São Paulo (2016). De 2007 a 2015 integrou a curadoria do Instituto Inhotim. Foi membro do comitê curatorial do 18º e…

O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA