PIPA Online 2017

O PIPA Online acontece em dois turnos, com duração de 8 dias cada, sempre de domingo a domingo. Na categoria online do Prêmio, é o publico quem decide o vencedor através de votações pelo site.

Este ano, o primeiro turno começou no dia 16 de julho e contou com a participação de 52 dos 56 artistas indicados ao Prêmio PIPA 2017. No dia 23 de julho, fim da primeira fase de votação, 12 artistas obtiveram mais de 500 votos e se classificaram para a segunda etapa, sendo dois deles, pela primeira vez na história do PIPA, finalistas – Antônio Obá e Éder Oliveira.

Veja como ficou o placar ao final do primeiro turno:
Musa Michelle Mattiuzzi – 1176
Aleta Valente – 741
Antônio Obá – 725
Jorge Luiz Fonseca– 698
Lyz Parayzo – 666
Christus Nóbrega – 624
Desali – 606
Rubiane Maia – 603
Éder Oliveira – 593
Mario Bands – 551
Dalton Paula – 550
Paul Setúbal – 540

Na oitava edição do PIPA Online, foram registrados o maior número de votos no primeiro turno na história do Prêmio, totalizando 11.678 votos.

Os votos são zerados e a contagem recomeça no segundo turno, que teve início no dia 30 de julho. O fim das votações foi dia 6 de agosto e, no dia seguinte, 7 de agosto, foram anunciados os vencedores. Totalizando 4.103 votos, o artista Jorge Luiz Fonseca ficou em primeiro lugar e será premiado com R$10 mil. A segunda colocada foi a artista Musa Michelle Mattiuzzi, que recebeu 2.969 votos e será premiada com R$5 mil. Ambos doarão uma obra para o Instituto PIPA (a serem definidas em comum acordo entre os artistas e a coordenação do Instituto).

Conheça os vencedores do PIPA Online 2017


– Jorge Luiz Fonseca 
– Conselheiro Lafaiete, MG, 1966.

Conquistou 4101 votos do público, sendo o artista mais votado no 2º turno do PIPA Online. Jorge Luiz Fonseca trabalhou como professor do Departamento de Artes da UFJF e diretor de criação e produção de grupos de artesãos. Sua formação artística é autodidata com diferentes vivências e experiências profissionais como: maquinista de trem, marceneiro, designer de móveis, designer de moda e arte-educador.

Jorge Fonseca, fortemente influenciado pela cultura popular e por processos artesanais, aponta questões artísticas contemporâneas de forma singular, por meio de uma investigação estética que rompe com as fronteiras das artes plásticas e assume contornos de elemento cênico. Suas obras se constituem como objetos cotidianos interpretados e recriados, capazes de redimensionar materiais a partir de uma lógica pararreal e poética, com forte ação dramática. O inventor parece sempre questionar o que e arte e seu limiar com relação ao artesanato, principalmente ao se utilizar de procedimento típico de artesania, com latências que agenciam memorias, sorrisos, saudades, valores estéticos
e existenciais. – Lux! [Catálogo da Representação Brasileira na Quadrienal de Praga em 2011]

Veja alguns trabalhos do artista:

– Musa Michelle Mattiuzi – São Paulo, SP, 1983.

Segunda colocada no 2º turno do PIPA Online com 2.965 votos computados. Ex-bancária, ex-recepcionista, ex-operadora de telemarketing, ex-auxiliar de serviços gerais, ex-cuidadora de crianças, ex-dançarina, ex-mulher, ex-atendente de corretora de seguros, ex-esposa, ex-aluna. Foi jubilada pela Universidade Federal da Bahia, por racismo institucional. Negra, escritora, performer, move-se com arte de modo indisciplinar.

Veja alguns trabalhos da artista:

Sobre o PIPA Online

O PIPA Online é a categoria do Prêmio na qual todos os artistas indicados na edição vigente são convidados a participar. A participação não é obrigatória. O vencedor é definido pelo número de votos recebidos em sua página, aqui no site. O objetivo principal é divulgar todos os artistas indicados e a arte contemporânea brasileira através da internet.

Para saber mais sobre a oitava edição do Prêmio, acesse:

FinalistasConselho | Regulamento | Comitê de Indicação | Cronograma 


O PIPA respeita a liberdade de expressão e adverte que algumas imagens de trabalhos publicadas nesse site podem ser consideradas inadequadas para menores de 18 anos. Copyright © Instituto PIPA