0

Última semana | “Eterno retorno”, de Antonia Dias Leite

(Rio de Janeiro, RJ) Domingo, 19 de fevereiro, é o último dia para conferir “Eterno Retorno”, de Antonia Dias Leite, no Paço Imperial, assim como as quatro individuais que estrearam ao seu lado em dezembro do ano passado: “Pintura”, de Marina Saleme; “…de propriedades quase musicais, no espaço em que se movem os viventes”, de Ana Muglia; “Passagens//Transferências”, de Alexandre Sá; e “Pequenas Gravidades”, de Daisy Xavier. A individual da artista, indicada ao Prêmio PIPA em 2012, explora o movimento infinito da impermanência.

0

Ana Ruas integra “4 Mostras 4 Artistas” com a individual “A Floresta Encantada”

(Campo Grande, MS) Entre dezembro e janeiro deste ano, Ana Ruas, vencedora do PIPA Online em 2015, convidou cinquenta crianças de até 11 anos para pintar toda a parte inferior de uma tela de 25m2. A obra em questão faz parte de “A floresta encantada”, exposição que a artista inaugura amanhã, 14 de fevereiro, no Museu de Arte Contemporânea do Mato Grosso de Sul (MARCO). A mostra faz parte do programa “4 Mostras 4 Artistas”, que conta ainda com individuais de Katia Canton, Marcos Amaro e Alessandra Rehder.

0

Lia Chaia, João Castilho e Jorge Soledar exploram as relações entre corpo e espaço

(São Paulo, SP) É do embate e encaixe entre os corpos e o espaço que nasce “É como dançar sobre a arquitetura”, exposição que entra em cartaz nesta quinta-feira, 16 de janeiro, no Instituto Tomie Ohtake. A mostra é resultado da quinta edição do programa Arte Atual, que teve a participação de Lia Chaia, João Castilho e Jorge Soledar – os dois primeiros, indicados ao Prêmio PIPA em 2011 e 2015, respectivamente.

0

Comitê de Indicação 2017

Este ano, o Comitê de Indicação é formado por 25 membros convidados pelo Conselho do PIPA, entre brasileiros de várias regiões do país e estrangeiros. Trata-se um grupo de renomados profissionais que atuam com arte contemporânea, tais quais artistas consagrados, colecionadores, curadores, professores, críticos e galeristas – vale ressaltar, aliás, que os últimos não podem indicar artistas representados…

0

Artistas refletem sobre a palavra como construção e discurso

(Rio de Janeiro, RJ) “Essa é uma exposição interessada em pensar o lugar da fala e da escuta”. É assim que a curadora Fernanda Lopes define “Permissão para falar”, coletiva que entra em cartaz na galeria Athena Contemporânea a partir da próxima terça-feira, 14 de fevereiro. Apresentando dez obras que refletem sobre “a palavra como construção e discurso”, a exposição reúne artistas que vêm ganhando cada vez mais reconhecimento na cena artística nacional, como Lais Myrrha, indicada a cinco edições do Prêmio PIPA.

0

“Pequenos formatos” leva para a serra fluminense um panorama das artes visuais brasileira

(Petrópolis, RJ) Oriunda das Cidade das Artes, onde foi exposta de dezembro a janeiro, a coletiva “Pequenos Formatos: Dimensão e Escala” agora sobe a serra carioca. Assim, neste sábado, 11 de fevereiro, é hora da mostra idealizada pelo arte clube Jacaranda e curada por Felipe Scovino estrear na galeria A2 + Mul.ti.plo, localizada no Vale das Videiras. A coletiva apresenta “uma panorama de fôlego das artes visuais brasileiras” e conta com obras de 22 artistas, oito deles já indicados ao Prêmio PIPA.

0

Com mais de 40 participantes, coletiva explora os “lugares do delírio”

(Rio de Janeiro, RJ) Idealizada originalmente por Paulo Herkenhoff, estreou essa semana no Museu de Arte do Rio (MAR) a exposição “Lugares do delírio”, dedicada a explorar as fronteiras entre a normalidade e a loucura. Curada por Tania Rivera, a mostra conta com cerca de 150 trabalhos, realizados tanto no circuito artístico tradicional como em instituições psiquiátricas; afinal, defende Rivera, se “os lugares do delírio são muitos e variados”, a arte talvez “seja o campo no qual o delírio mais se põe em jogo – e nunca se esgota”.

0

Cinco artistas brasileiros participarão da 57a. Bienal de Veneza

(Veneza, Itália) Com início marcado para daqui a três meses, a Bienal de Veneza divulgou anteontem a lista de artistas convidados a expor no pavilhão central de sua 57a. edição. Intitulada “Viva Arte Viva” e curada por Christine Macel, a mostra contará com a presença de 120 artistas de 51 países, 103 deles participando pela primeira vez do evento. É o caso, por exemplo, dos brasileiros Paulo Bruscky, Ayrson Heráclito e Erika Verzutti, os dois últimos indicados a edições anteriores do Prêmio PIPA. Ernesto Neto completa o grupo de artistas brasileiros.

0

“Solar” reúne obras de oito artistas em suportes diversos

(Rio de Janeiro) “Uma exposição diurna, de uma arte que pulsa e que, em nenhum momento, está adormecida”. É assim que Maneco Muller, consultor de arte da Mul.ti.plo, define “Solar”, coletiva que estreou no espaço no sábado passado, 04 de fevereiro. Com obras de oito artistas, entre eles o pintor Carlos Vergara, membro do Comitê de Indicação ao Prêmio PIPA 2012, a mostra fica em cartaz até o mês que vem.

0

Elvis Almeida ocupa vitrine do Oi Futuro a partir desta segunda-feira

(Rio de Janeiro, RJ) A vitrine externa do Oi Futuro Flamengo é ocupada, a partir de hoje, por Elvis Almeida, indicado ao Prêmio PIPA do ano passado. A instalação faz parte do projeto “Tech_Nô” que, curado por Alberto Saraiva, pretende dar ao público a oportunidade de conhecer melhor a produção atual de artistas novatos ou já consagrados – já passaram por lá, por exemplo, nomes como Lúcia Laguna e Felipe Barbosa.

Copyright © Instituto PIPA